BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Detran chama atenção para imprudência de motociclistas no trânsito

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

10 de Dezembro de 2019 às 08:48

Foto: ilustrativa

PROJETO


Nesta terça-feira (10), às 8h, na Avenida dos Imigrantes com Rio Madeira, em Porto Velho, o Detran lança o projeto ''Duas Rodas, Uma Só Vida'' voltado para motociclistas. O objetivo é chamar atenção para o grande número de acidentes envolvendo motociclistas.

 

 

ESTATÍSTICAS

 

Mais de 50% da frota de Rondônia é composta por motocicleta. Em 2018 foram registrados 8.887 acidentes com vítimas não fatais no Estado, sendo que das 394 pessoas que perderam a vida no trânsito no mesmo período, 192 eram motociclistas.

 

 

NÚMEROS

 

Segundo a Coordenadoria de Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest) dados de 2018 revelam uma frota de 970.499 veículos, em Rondônia, sendo que 507.597 são motocicletas, o que representa 52,3% da frota.

 

 


CAPITAL


Porto Velho tem 273.276 veículos, sendo que 38,8% desse são motocicletas, o que representa um total de 106.133 (86.612 – 31,7% motocicleta e 19.521 – 7,1% motoneta). As maiores causas de acidentes envolvendo motociclistas são colisão frontal e lateral, cerca de 80% dos acidentes de forma geral são causados por falha humana.

 


IMPRUDÊNCIA


Segundo o diretor do Detran-RO, Neil Gonzaga, os números comprovam que os condutores de motocicleta furam o sinal vermelho, não respeitam as vias preferenciais e ultrapassam pela direita, colocando em risco suas vidas. 

 

 

 

 


PURA VERDADE


Assino embaixo o que diz o diretor do Detran. Tem uma empresa de entregas na capital com motociclistas que viram o trânsito de “pernas pro ar” em Porto Velho. Ninguém se assuste se, infelizmente, um desses motociclistas se envolver em acidente e ficar gravemente ferido ou até perder a vida. É um abuso generalizado.

 

 

EXPECTATIVA DE VIDA MENOR EM RONDÔNIA 

 

Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida dos brasileiros, em 2018, atingiu 76,3 anos, três meses a mais que o registrado em 2017. As melhores esperanças de vida ao nascer são em Santa Catarina (79,7), Espírito Santo (78,8), São Paulo (78,6) e Distrito Federal (78,6). Em Rondônia, a expectativa de vida é de 71,1 anos.

 

 

ANOS 50

 

Na década de 1950, a diferença de expectativa de vida entre homens e mulheres era de 5,5 anos, número que aumentou para 7,1 em 2018. Os homens brasileiros vivem em média 72,8 anos, enquanto mulheres vivem 79,9 anos.

 

 

EM NOSSO ESTADO

 

Em Rondônia, a diferença de expectativa de vida entre homens e mulheres é de 6,7 anos: eles vivem em média 68,6 e elas 75,3. Embora tenha sido a Unidade da Federação que mais aumentou a probabilidade de uma pessoa com 60 anos chegar aos 80 anos, o Estado ainda registra a pior expectativa considerando homens e mulheres.

 

 

RUIM TAMBÉM NA MORTALIDADE INFANTIL

 

A pesquisa também mostra dados sobre mortalidade infantil. Em 2018, o Brasil registrou uma taxa de 12,4 por mil nascidos vivos, número bem menor que 1940, quando o índice era de 146,6 por mil nascidos vivos.


Em Rondônia, a probabilidade de um recém-nascido não completar o primeiro ano de vida é de 18%. O estado fica à frente apenas de Amapá (22,8) e Maranhão (19,4). Os melhores números sobre mortalidade infantil foram registrados no Espírito Santo (8,1), Paraná (8,6) e Santa Catarina (8,6).

 

 

 

 

 

AINDA PODE PIORAR

 

Neste domingo (9) um ônibus do transporte coletivo parou de funcionar em frente ao ponto de ônibus localizado na BR-364 em frente ao Hospital do Amor. Desnecessário comentar sobre a qualidade dos “veículos” que atendem nossa capital.

 

 

USUÁRIOS


 
De acordo com passageiros, além da “sucata ambulante”  havia apenas dois ônibus na linha e a demora na espera do ônibus no local seria de aproximadamente uma hora e meia.

 

 

CINEMA


Amor de Mãe e 8º Pecado serão exibidos nesta quarta-feira (11) no Cine Veneza. 8º Pecado é um curta produzido durante a Oficina de Cinema ministrada pelo ator Anselmo Vasconcelos, no fim de semana, na capital. Anselmo também é um dos protagonistas do filme Amor de Mãe, em cartaz nas plataformas Claro Now, Vivo Play e Looke.

 

 

QUASE A METADE DO ANO

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é o recordista absoluto de uso dos jatos da Força Aérea Brasileira (FAB), este ano, no total de 229 viagens e inacreditáveis 2.131 passageiros transportados. Na nossa conta, claro. Maia não é o único a aproveitar a regalia. O uso dos aviões da FAB é restrito ao vice-presidente da República, ministros de Estado e aos presidentes do Supremo, da Câmara e do Senado.

 

 


TAMBÉM USARAM

 

Os presidentes Dias Toffoli (STF) e Davi Alcolumbre (Senado) também aproveitam, mas números de Maia fazem o uso deles parecer irrisório. Até a terça (3), Dias Toffoli já havia realizado 87 viagens “a serviço” em jatinhos da FAB, na companhia de um total de 1.091 passageiros.

 

 

QUANTO FOI? NUNCA SE SABERÁ

 

Como os custos são sigilosos por envolverem aeronaves militares, os políticos deitam e rolam, sem prestar conta do gasto a quem paga: nós.

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS