BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Semtran solicita aos blocos do Carnaval 2014 que regularizem documentação

s trajetos das companhias de transporte coletivo serão modificados nos horários de fechamento das vias para a passagem dos blocos.

Da Redação

03 de Julho de 2014 às 10:47

Foto: Divulgação

 A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (Semtran) está solicitando aos organizadores dos blocos, que desfilarão pelas vias públicas no carnaval de Porto Velho, que providenciem a documentação exigida a fim de que não aconteçam transtornos de última hora. Também solicita aos brincantes e motoristas em geral que fiquem atentos às normas de estacionamento, desvios de percurso do transporte coletivo e proibição relativa à direção em estado de embriaguez.

 A Portaria nº 194 da Semtran estabelece a proibição de estacionamento de veículos no circuito e vias de entorno do carnaval nos horários determinados para a concentração e percurso dos blocos. Os veículos que não obedecerem às normas poderão ser removidos. As atividades da Semtran se iniciam duas horas antes da saída dos blocos e encerra imediatamente ao fim do horário estipulado.

 A previsão de utilização das vias públicas para passagem de bandas e blocos já está definida, embora alguns organizadores ainda devam regularizar devidamente a documentação de bandas e blocos, o que precisa ser feito imediatamente, a fim de que não acarrete a interdição de algum desfile.

 No dia 03 deve desfilar o Bloco Galo da Madrugada e as vias públicas deverão ser interditadas a partir das 22 horas. A previsão de término para o desfile é 04h da manhã. A concentração será na Avenida Pinheiro Machado e o percurso seguirá pelas vias Joaquim Nabuco, Carlos Gomes, Presidente Dutra e novamente Pinheiro Machado, na altura da Rogério Weber.

No dia 04 sai o Bloco de Fora, do Bairro do Areal. A interdição de ruas se inicia às 22 horas e o término previsto para o desfile é às 05h da manhã. A concentração será na Rua 13 de setembro, seguindo pelas ruas Alexandre Guimarães, Raimundo Cantuária e Rogério Weber. Nas ruas de entorno estará proibido o estacionamento de veículos. Também no dia 04 sairá o Bloco Canto da Coruja. A concentração será igualmente na Rua Treze de Setembro e o trajeto será o mesmo do Bloco de Fora, contudo, seu desfile será iniciado uma hora antes e terminará também uma hora antes.

No sábado, dia 05, sairá a Banda do Vai Quem Quer. A interdição das vias se iniciará às 16 horas. A concentração será na Praça das Caixas D’água e o percurso será pelas ruas Carlos Gomes, Joaquim Nabuco, 7 de Setembro e Rogério Weber. No domingo, dia 06, sai o Bloco Murupí. A proibição de uso das vias públicas utilizadas pelo bloco se iniciará a partir das 20h e durará até 02h da manhã. O percurso utilizará as vias Pinheiro Machado, Rogério Weber, Joaquim Nabuco, Carlos Gomes e Presidente Dutra.

Os trajetos das companhias de transporte coletivo serão modificados nos horários de fechamento das vias para a passagem dos blocos. As pessoas devem ficar atentas porque algumas paradas poderão ficar muito longe dos locais de concentração. Algumas vias próximas às ruas de percurso dos blocos poderão também ser interditadas para impedir aglomeração de veículos. A fiscalização de trânsito, chamada de Lei Seca, será implementada para evitar acidentes por embriaguez.

A Semtran disponibilizará 64 agentes de trânsito, que junto à companhia de Transito, verificarão a interdição das ruas mediante os documentos exibidos pelas bandas e blocos. Nos casos em que a documentação se apresentar irregular ou que os organizadores não disponham dos documentos exigidos, a Semtran comunicará à Polícia Militar e o desfile será interditado.

Os trios elétricos que não estiverem autorizados para desfilar serão retidos no próprio local em que forem encontrados. “É preciso que os organizadores verifiquem os prazos para adequação da documentação junto a Semfaz, Sema e Semtran. Estamos aguardando um grande carnaval para Porto Velho. Creio que precisamos, todos nós, de mais alegria para essa cidade que passou por momentos tão difíceis, mas não podemos descuidar das normas que regulamentam essa festa”, afirmou Carlos Guttemberg, secretário da Semtran.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS