BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

SEMPRE UM PAPO - Tânia Zagury debate os dilemas do professor brasileiro

SEMPRE UM PAPO - Tânia Zagury debate os dilemas do professor brasileiro

Da Redação

15 de Setembro de 2008 às 17:08

Foto: Divulgação

 

A educadora carioca Tania Zagury é a convidada do projeto Sempre um Papo em Porto Velho para o lançamento e debate sobre o livro "Professor Refém: Porque Fracassa a Educação no Brasil", no dia 2 de outubro (quinta-feira).
O evento comemorativo ao Dia do Professor acontecerá às 19h30, no auditório da Faculdade São Lucas. A entrada é franca. Informações: 8115 0545 e oficinadecomunicacao@yahoo.com.br
O que pensam os professores que atuam com nossos filhos nas salas de aula? Quais são suas maiores dificuldades? Sentem-se preparados? Como vêem a educação que os pais dão hoje às crianças? Que avaliação fazem do sistema educacional brasileiro?
Com a clareza, a sensibilidade e a contundência que marcaram seus trabalhos anteriores, a educadora Tania Zagury responde a estas e outras questões, fazendo uma análise fundamental e pioneira do sistema educacional brasileiro fundamentada cientificamente, a partir de pesquisa inédita com cerca de mil e duzentos professores em todo o Brasil.
Uma obra importante não só para professores, mas também para pais, que terão oportunidade de entender o que vem ocorrendo com os profissionais que trabalham na formação de seus filhos. E também para autoridades e instituições, pouco habituadas a ouvir o professor. As angústias e impossibilidades concretas do professor que atua nas salas de aula são aqui dissecadas, lançando luzes sobre o porquê do fracasso do ensino. Tania mostra que as sucessivas mudanças do sistema de ensino no Brasil, especialmente a partir de 1970, não foram acompanhadas das condições necessárias à sua execução, ou seja, mudaram-se as leis, mas não a realidade na sala de aula.
As novas relações familiares e a falta de limites das crianças minaram a autoridade do professor ao mesmo tempo em que, paradoxalmente, transferiram para a escola atribuições tradicionais da família. A indisciplina e a falta de motivação das crianças tornaram-se, em conseqüência, dois dos maiores problemas dos educadores. Nesse contexto, o professor se tornou uma espécie de refém do excesso de tarefas, da família, da sociedade e das decisões educacionais equivocadas. Ao mesmo tempo, segundo Tania, é ele o verdadeiro herói brasileiro - afinal, poucos profissionais se dedicariam tanto com tais condições de trabalho.
"O Professor Refém" chega para reforçar a parceria entre pais e professores, bem como entre os que planejam e os que executam as políticas educacionais. E para demonstrar que não haverá solução para a educação brasileira enquanto não se investir na formação continuada do professor e em medidas passíveis de serem efetivamente executadas.
Tania Zagury é carioca, casada e tem dois filhos. Filósofa, pesquisadora e mestre em Educação, ela vem mantendo em todos os seus livros uma linha de trabalho que se caracteriza pela pesquisa científica empreendida a partir da percepção e estudo de fenômenos da realidade social e sua tradução em linguagem clara e objetiva, de forma a atingir leitores de qualquer nível cultural.
Seus livros "Sem padecer no paraíso", "Educar sem culpa" e "O Direito dos pais" enfatizam a importância da ética na educação; "O adolescente por ele mesmo" e "Encurtando a adolescência" revelam o adolescente brasileiro e a necessidade de responsabilizar os jovens, na busca da cidadania; "Limites sem trauma: construindo cidadãos" - livro de educação mais vendido em 2001 - trouxe embasamento aos pais na difícil tarefa de dar limites aos filhos. "Escola sem conflito" é obra fundamental na construção de um relacionamento harmonioso entre família e escola. "O Professor Refém" é seu 13º livro.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS