BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

INTRIGA: Um a cada cinco brasileiros bloqueou parente ou amigo por causa de política

Pesquisa do Datafolha realizada com 2.948 pessoas aponta que 46% dos entrevistados deixaram de publicar alguma coisa sobre política nas redes sociais para evitar discussões com amigos ou familiares

CORREIO BRAZILIENSE

24 de Dezembro de 2019 às 10:25

Foto: Divulgação

 

Uma pesquisa do Instituto Datafolha mostra que a polarização política, mesmo um ano depois da eleição presidencial, segue provocando rusgas nas relações pessoais. Segundo o levantamento, realizado entre 5 e 6 de dezembro com 2.948 pessoas em 176 cidades brasileiras, um (19%) a cada cinco brasileiros deixou de seguir ou bloqueou o perfil de um um amigo, familiar ou empresa por discordar de posições políticas. Além disso, uma (27%) a cada quatro pessoas saiu de algum grupo do WhatsApp para evitar discussões.

De acordo com o Datafolha, as respostas dos entrevistados referem-se a comportamentos adotados nos últimos 12 meses, entre as pessoas que tem conta em redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp. Para 54% dos entrevistados, as novas mídias são importantes para fazer com que os políticos estejam atentos às discussões sociais.


Confira abaixo outros dados levantados pelo Datafolha:

 

  • 77% acreditam que as redes sociais ajudam a dar voz a grupos normalmente deixados de lado pela sociedade.
  • 51% deixaram de comentar ou compartilhar alguma coisa sobre política em grupo de WhatsApp para evitar discussões com amigos ou familiares
  • 46% deixaram de publicar alguma coisa sobre política nas redes sociais para evitar discussões com amigos ou familiares
  • 43% acreditam que as redes sociais ajudam a influenciar as decisões dos políticos
  • 27% saíram de algum grupo de WhatsApp para evitar discussões políticas com amigos ou familiares
  • 19% deixaram de seguir ou bloquearam algum amigo ou pessoa da família por discordar das suas posições políticas
  • 19% deixaram de seguir ou bloquearam alguma empresa ou marca por causa de suas posições políticas
  • 16% entraram em algum grupo em redes sociais para discutir e divulgar ideias políticas parecidas com a sua
  • 14% mudaram a foto do perfil para apoiar alguma causa política
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS