BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

UM SELINHO: “Filme de terror”, diz vítima de homofobia após levar 4 tiros

O suspeito se aproximou da vítima fazendo comentários homofóbicos depois que o viu beijando um outro homem

METRÓPOLES

25 de Outubro de 2019 às 14:23

Foto: Divulgação

O homem de 33 anos que levou quatro tiros após beijar o companheiro em um bar de Camaçari, região metropolitana de Salvador, no último domingo (20/10/2019), publicou um depoimento sobre o ataque no Instagram. Nesta sexta-feira (25/10/2019), Marcelo Macedo relatou ter vivido um “verdadeiro filme de terror”, e agradeceu o apoio dos amigos.

 

VEJA MAIS

 

 

“É difícil acreditar que as pessoas são agredidas tão cruelmente e de maneira tão covarde pelo simples fato de demonstrar afeto. É triste. Dói”, escreveu. “Ver a morte de perto é assustador. Nos paralisa”, enfatizou.

 

Marcelo diz que o Hospital Geral de Camaçari (HGC) é seu novo lar. “É onde me sinto seguro, protegido, e em paz. Não sei como será quando sair daqui”, afirmou.

 

 

Entenda


De acordo com a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, o suspeito se aproximou da vítima fazendo comentários homofóbicos depois que o viu beijando um outro homem.

 

Após a discussão, ele teria sacado uma arma e disparado contra Marcelo. Os tiros acertaram um de seus braços, baço, fígado e rins. Os suspeitos fugiram do local após cometerem o crime. Macedo passou por cirurgia e não corre risco de morte.

 

A Polícia Civil da Bahia investiga o caso e está ouvindo testemunhas e buscando imagens de câmeras de segurança.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

Vereador Aleks Palitot verifica atendimento em UPAs

O vereador conversou com a população que buscava atendimento e também com integrantes das equipes das unidades onde colheu informações para a elaboração de oficio a ser encaminhado ao Executivo cobrando as devidas tomadas de providência.

10 de Julho de 2020 às 15:06