Empresa demite funcionário que cometeu assédio contra cliente

Mensagens enviadas pelo WhatsApp do agressor tinham conteúdo de teor sexual

Da Redação

28 de Julho de 2016 às 15:02

Foto: Divulgação

A empresa de serviços de comunicação NET demitiu o funcionário que assediou uma cliente de Santos (SP), cliente da empresa, por meio de mensagens no WhatsApp. A fotógrafa Juliana Barros afirma que o suspeito enviou mensagens de cunho sexual e ele depois de fazer instalação de um adaptador num aparelho de TV a cabo em sua residência.

Primeiramente, ele começou falando coisas muito baixas. Em seguida, disse que toda burguesa quer tomar tapa na cara e me chamou de vaca. Essas últimas mensagens foram no dia 22 de julho", explicou Juliana. O homem pegou o número da vítima com a justificativa de realizar atendimentos posteriores, caso fossem necessários.

VEJA TAMBÉM: Consumidor questiona se NET funciona em Porto Velho

Assim que o caso veio à tona, a empresa afirmou que iria apurar o caso. Em nota, a companhia confirma que tratará sobre o caso em esfera criminal, já que a cliente registrou boletim de ocorrência contra o agressor. A NET também se dispôs a colaborar com a investigação da polícia.

Com medo, a santista confessa que não pretende receber esse tipo de serviço em casa novamente. "Eu estava com um maníaco dentro de casa. Algo tem que ser feito, pois eles podem ter a mesma atitude com outras mulheres. Decidi falar sobre o que aconteceu comigo exatamente para que outras mulheres, que sofreram com isso, tenham coragem para denunciar", desabafou.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS