BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

REGIÃO NORTE – Confira as principais noticias da Amazônia brasileira

REGIÃO NORTE – Confira as principais noticias da Amazônia brasileira

Da Redação

13 de Julho de 2012 às 11:50

Foto: Divulgação

AMAPÁ - Imprensa é acusada de receber dinheiro para atacar Assembleia Legislativa e MP
A imprensa local do Amapá era paga por servidores da Assembleia Legislativa para atacar o Ministério Público, segundo informou a Amazônia Brasil Rádio Web.
O objetivo era intimidar e silenciar membros do Ministério Público responsáveis por investigar casos de corrupção por conta de desvios de milhões de reais da Assembleia Legislativa.
O uso de verbas públicas era utilizado por meio de pagamento de notas fiscais com motivos genéricos, como “Divulgação Institucional” e “Divulgação de Serviços de Mídia”, sem especificação de espaços, anúncios e horários.
Havia ainda um esquema de pendurar na folha de pagamento da Assembleia "jornalistas" e seus parentes, usados na campanha contra o Ministério Público e adversários do grupo político da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.
RORAIMA - Professoras participarão de Congresso Internacional
Quatro professoras que atuam no Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência – Viva Comunidade irão participar do III Congresso Internacional Ibero-americano de Educação Inclusiva. O evento começa nesta quinta-feira (12) e segue até sábado (14) e será realizado no auditório Josefina Plá da Universidad Autonoma de Asunción, no Paraguai.
A seleção dos participantes foi feita por meio de artigos científicos. As professoras de Roraima tiveram seus trabalhados avaliados e aprovados pela comissão organizadora do evento. O conteúdo dos artigos foi desenvolvido com base em pesquisas realizadas pelas profissionais sobre o trabalho desenvolvido no próprio Viva Comunidade.
O Centro oferece atendimento gratuito a cerca de 600 usuários com múltiplas deficiências nas áreas de estimulação precoce, educação especial, saúde, arte e desporto.
“A participação dos nossos profissionais em encontros como estes contribui para melhorar o trabalho que é desenvolvido no Viva Comunidade principalmente, no que se refere ao processo de educação inclusiva. Nossas professoras estão de parabéns pelo interesse e empenho com que se dedicaram para participar deste evento internacional”, disse a secretária da Promoção Humana e Desenvolvimento, Shéridan de Anchieta.
Os artigos desenvolvidos pelas professoras serão expostos em mesas de comunicações que abordam as pesquisas desenvolvidas em educação inclusiva. Cada participante terá 10 minutos para a sua exposição oral. O programa do Congresso inclui ainda palestras e fóruns de discussões. Os trabalhos de Roraima selecionados para o 3º. Congresso Internacional Ibero-americano são:
A Contribuição da Arte das Expressões Artísticas Para o Desenvolvimento Cognitivo do Aluno Com Deficiência Mental, de Rejane Risia Gonçalves Rios.
Aspectos Educativo se Educacionais do CIAPD que Facilitam a Inclusão do Aluno com Deficiência no Mercado de Trabalho em Boa Vista – RR, de Veranilda Matos Lavareda.
A Inclusão do Aluno Com Deficiência do Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência – Viva Comunidade no Processo Educacional no Ensino Superior no Município de Boa Vista/ RR –Brasil, de Simone dos Santos Catão.
A Afetividade dos Funcionários em Relação aos Alunos com Deficiência do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência no Município de Boa Vista/ Roraima – Brasil, de Shirlei dos Santos Catão.
AMAZONAS - Câmara Municipal de Manaus violou Constituição Federal
A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM) violou a Constituição Federal e o direito de oposição ao não permitir a tramitação de um projeto de lei de autoria do vereador de oposição Mário Frota (PSDB). Esse foi o entendimento da desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado, ao conceder mandado de segurança favorável ao parlamentar, na última quarta-feira.
Por meio do Projeto de Lei 193/2011, Frota queria alterar uma alínea da Lei nº 1.580/2011, que autoriza à Prefeitura de Manaus conceder à iniciativa privada o uso de imóveis do patrimônio público para implantação de centros de comércio popular, lojas, quiosques, bares e restaurantes.
À época da aprovação da lei, donos de quiosques em feiras e mercados na cidade temiam ser atingidos pela nova legislação. Após garantir que aqueles trabalhadores não seriam prejudicados, o prefeito Amazonino Mendes (PDT) conseguiu que a CMM aprovasse a lei.
Mas para o vereador de oposição, além da promessa, o prefeito deveria ter deixado claro no texto da lei que feiras e mercados não seriam atingidos de fato. “O texto é genérico. Não há nada que excetue feiras e mercados da implicações da lei. O prefeito que quiser pode mexer com eles”, disse Frota.
Ao apresentar o projeto para acrescentar a expressão “com exceção de feiras e mercados”, o presidente da CMM, Isaac Tayah (PSD), não aceitou nem que a matéria fosse encaminhada à primeira comissão técnica da Casa, a de Constituição, Justiça e Redação.
ACRE - Com a cabeça na "C", Rio Branco não descarta disputar Série D
Rio Branco, AC, 12 (AFI) - Depois de ser excluído do Campeonato Brasileiro da Série C, o Rio Branco não descarta a possibilidade de disputar a Série D. Na última terça-feira, o Superior Tribunal de Justiça manteve decisão da juíza Ritaura Santana, da 1ª Vara Cível Federal, da Paraíba, de manter o Treze e excluir o Rio Branco, sob multa de R$ 200/mil à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em caso de descumprimento.
"“Nosso objetivo é disputar a Série C porque conquistamos essa vaga dentro do gramado. É evidente que podemos ser derrotados nos tribunais e por isso precisamos pensar em uma alternativa”, afirmou o vice-presidente do Rio Branco-AC, Adém Araújo, sobre as chances de disputar a Série D. Na última quarta-feira, a CBF exclui o nome do Rio Branco nas tabelas divulgadas no site oficial da entidade.
Mas, o clube não pretende 'jogar a toalha' e deve entrar na Justiça para reconquistar a vaga na Série C, além de pedir uma indenização ao Treze, considerado por muitos clubes, o 'vilão da Série C'. “Se conseguimos reverter a questão jurídica precisaremos ter um elenco montado para jogar o Brasileiro. A situação é complicada, mas não vamos entregar essa vaga para uma equipe que não tem direito”, ressaltou.
Com um elenco montado, as despesas continuam rolando. Nesta semana, o clube fará uma reunião para definir as estratégias dos próximos dias. "Vamos nos reunir e definir como iremos agir. Precisamos acertar alguns detalhes, inclusive, com os nossos patrocinadores", afirmou Araújo.
Representante acreano
Pela decisão da Justiça, o Rio Branco não poderia disputar nenhuma divisão do nacional. Mas, assim como manda o regulamento do Campeonato Acreano, o campeão estadual de 2012 tem direito a vaga na Série D. Como o time estava na Série C, quem ficou com a vaga foi o vice, Atlético Acreano. Agora, o time poderá ser excluído para a entrada do Rio Branco, no Grupo A1.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS