BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

REGIÃO NORTE – Confira as principais noticias da Amazônia brasileira

REGIÃO NORTE – Confira as principais noticias da Amazônia brasileira

Da Redação

09 de Julho de 2012 às 09:42

Foto: Divulgação

AMAPÁ – Junto com Distrito Federal estado é o único que divulga salário de cada servidor
Os governos do Amapá e do Distrito Federal são os únicos do País que já divulgam o salário de cada um de seus servidores, de forma individualizada e com a identificação. Segundo levantamento do site G1, os outros 25 estados ainda não publicaram a remuneração com os respectivos nomes dos servidores, maneira mais transparente e adotada pelo Executivo federal como modelo para se adequar à Lei de Acesso à Informação. Vários estados informaram que os serviços de informação ainda estão sendo implantados ou regulamentados. Em vigor desde 16 de maio, a lei obriga órgãos públicos a divulgar informações de interesse público. A forma da abertura dos dados, no entanto, depende da regulamentação. No final de junho, o Executivo federal divulgou os salários dos servidores federais e foi seguido por diversos tribunais. Na semana passada, porém, decisão da Justiça Federal suspendeu a divulgação a pedido de setores do funcionalismo.
AMAZONAS - Artesão é morto com cinco tiros em Feira no Centro de Manaus
O artesão Elgo Jobel Guerreiro, 38 anos, foi assassinado com cinco tiros, domingo (8) à tarde, durante a feira de artesanato da Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro de Manaus. Ele trabalhava vendendo cosméticos que fabricava com a ajuda dos familiares.
A mulher de Elgo, Zoraide Neto, 38, testemunhou o assassinato. Ela contou à Polícia Civil que o criminoso, antes de fazer os disparos, disse ao marido que ‘a hora dele havia chegado’.
O crime ocorreu por volta das 13h30, quando centenas de artesãos e clientes, inclusive turistas, circulavam pela feira. A senadora Vanessa Grazziotin, que fazia panfletagem, saiu do local alguns minutos antes de ocorrerem os disparos.
O suspeito, não identificado até o fechamento desta matéria, correu para a Rua Saldanha Marinho, pegou uma moto Twistter amarela e fugiu. Ele não foi localizado pela Polícia Militar (PM).
Elgo ficou conhecido pela Polícia Civil durante a década de 1990, por praticar roubos a bancos e carros-fortes em Pernambuco. Ele foi transferido para Manaus, onde cumpriu 12 anos de prisão em regime fechado no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).
Há quatro, a prisão dele havia evoluído para a semi-liberdade. Porém, o artesão cumpria o restante da pena na carceragem do Comando de Policiamento Especializado (CPE), pois era testemunha de um processo que investigava a morte de 13 internos do Compaj, em 2005, o qual denunciou várias pessoas, entre elas o delegado Antônio Chicre Neto, que era o diretor do presídio na época, e o suspeito de tráfico de drogas Gerson Lima Carnaúba, que está preso em Fortaleza (CE).
O processo resultou no indiciamento de quatro pessoas, por homicídio qualificado. O delegado Chicre teve o nome impronunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE).
Elgo também prestou depoimento na CPI do sistema prisional, realizada pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE). Apesar das ameaças de morte, Zoraide afirmou que o marido tinha uma vida normal e trabalhava em família. “Ele não ligava para o perigo que corria”, afirmou.
RORAIMA - Desfile cívico militar abre aniversário do Município de Boa Vista
A Prefeitura de Boa Vista realizará nesta segunda-feira (9) atividades comemorativas pelo aniversário de 122 anos do Município. A programação terá início às 8h com um Desfile Cívico Militar na avenida Capitão Ene Garcez.
O desfile contará com a participação da Banda Municipal, integrantes de grupos folclóricos, entidades como a Maçonaria, estudantes de 38 escolas municipais, Guarda Municipal e pelotões da Base Aérea de Boa Vista e do Exército Brasileiro, além de viaturas.
Corrida
Às 17h, a Prefeitura realizará a tradicional Corrida Internacional 9 de Julho de Atletismo, que está na 11ª edição. A largada e chegada serão no Centro de Turismo, Artesanato e Geração de Renda Velia Coutinho, na avenida Ene Garcez. A competição terá este ano 1.300 participantes.
Além dos competidores de Roraima, a Corrida 9 de Julho contará com atletas da Venezuela, México e de nove estados: Amazonas, Amapá, Pará, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. A corrida é homologada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).
Arraial
Durante a noite a programação segue com o Boa Vista Junina 2012, a partir das 19h, na Praça do Centro Cívico. O melhor arraial da Amazônia tem como tema “Nossa História, Nossa Gente” e será realizado até o dia 14.
A previsão é que o Boa Vista Junina receba 150 mil pessoas e movimente R$ 4 milhões na economia local. Ao todo, serão mais de 50 atrações, entre quadrilhas, grupos folclóricos e shows musicais. As apresentações serão realizadas no palco principal, tablado e ilha do forró.
Este ano, 20 quadrilhas juninas participarão do concurso. Cada grupo tem entre 40 e 100 brincantes e estão divididos entre grupo Especial e de Acesso. Todas são filiadas à Liga das Quadrilhas Juninas e Grupos Folclóricos (Liquajur) ou à Federação Roraimense de Quadrilhas Juninas (Ferquaj).
A programação inclui ainda, apresentação dos grupos de ciranda e cangaço, além das participações especiais da Arara Azul e da Arara Vermelha. No dia 14 de julho, a banda nacional Forrozão 100% Abusado e a quadrilha convidada Caipira na Roça, do Amazonas, irão completar a animação.
Os pais podem levar os filhos para se divertir com apresentações de palhaços voltadas especialmente para as crianças no tablado nos dias 8, 11 e 12 de julho. O Boa Vista Junina conta ainda com parque de diversão e ambulantes com venda de crepe, algodão-doce, pipoca, doce e sorvete.
Interdição
Por conta da Corrida Internacional 9 de Julho, a Prefeitura interditará na próxima segunda-feira (9) duas avenidas e a praça do Centro Cívico.
A interrupção do trânsito nas duas vias da avenida Capitão Ene Garcez será das 7h às 18h30, do miniterminal José Campana Wanderley até a Brigadeiro Eduardo Gomes, já que o desfile cívico militar, iniciará às 8h.
Das 16 às 19h será interditada a praça do Centro Cívico e as duas mãos da avenida Ville Roy, do trecho compreendido entre a praça do Centro Cívico até a rua Sirigueleira, no bairro Caçari.
PROGRAMAÇÃO DO DIA 9 DE JULHO:
Desfile Cívico Militar
Horário: 8h
Local: Avenida Ene Garcez
Corrida 9 de julho de Atletismo
Horário: 17h
Local: Centro Velia Coutinho (largada e chegada)
Abertura do Boa Vista Junina
Horário: 19h
Local: Praça do Centro Cívico, de 7 a 14 de julho
ACRE - Justiça da PB manda a CBF excluir o Rio Branco da Série C imediatamente
O imbróglio jurídico envolvendo a Série C do Campeonato Brasileiro parece não ter fim. É que a juíza da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Ritaura Rodrigues, resolveu dobrar a multa contra a CBF caso o Rio Branco não seja excluído imediatamente da competição nacional. Segundo ela, a decisão da Justiça paraibana não é simplesmente de incluir o Treze como o 21º representante da Série C, como fez a CBF, mas de primeiro tornar nulo o acordo extrajudicial firmado entre Rio Branco, CBF e STJD que recolocou o clube acriano no campeonato.
Desta forma, o time acriano estaria impedido de entrar em campo neste domingo, em jogo previsto para acontecer no Estádio Romeirão (no interior do Ceará), contra o Icasa.
Caso a CBF não cumpra a decisão, a entidade vai ter que pagar agora uma multa diária de R$ 200 mil. Antes era de R$ 100 mil. A magistrada paraibana ainda remeteu uma cópia dos autos do processo ao Ministério Público denunciando o presidente da entidade máxima do futebol, José Maria Marin, e o diretor jurídico, Carlos Eugenio Lopes. Os dois poderão ser enquadrados no crime de desobediência.
O advogado do Treze, George Ramalho, comemorou a nova liminar. Ele diz acreditar que a CBF já foi comunicada e espera que a decisão judicial seja cumprida para que a competição não tenha mais nenhum dano. O time paraibano conseguiu a vaga na Série C depois de muita briga jurídica. A CBF insistia e não incluir o Treze nas disputas, mas cedeu depois que a Justiça autorizou o uso de força policial para impedir que a competição acontecesse sem a presença do Treze.
A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da CBF, mas a informação repassada é a de que a entidade "ainda não tem nenhuma posição oficial sobre o caso". A assessoria da CBF informou ainda que vai procurar o Departamento Jurídico para saber se eles já foram comunicados da decisão.
Entenda o caso
No ano passado, o Rio Branco, após ter o seu estádio interditado pelo Ministério Público, acionou a Justiça Comum e acabou desclassificada da competição. Um acordo posterior com a CBF, no entanto, permitiu o retorno do clube.
Como ficou na quinta colocação da Série D, o Galo da Borborema se sentiu prejudicado e, por isso, ingressou com uma ação pedindo a vaga junto ao STJD, onde foi derrotado por unanimidade. Sem saída, o alvinegro paraibano apelou para a Justiça Comum e conseguiu uma liminar, expedida pela juíza da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Ritaura Rodrigues, para disputar o campeonato. A liminar em seguida foi mantida pelo desembargador Genésio Gomes Pereira Filho, do TJ da Paraíba.
Para completar, uma série de recursos de Rio Branco e CBF com o objetivo de derrubar a liminar foram indeferidos tanto pelo TJ da Paraíba como pelo STJ. Como a CBF insistia em não incluir o Treze e chegou a marcar o início da competição sem o clube, uma nova liminar foi expedida pela Justiça da Paraíba, desta vez assinada pelo juiz substituto Falkandre Queiroz.
Nela, o juiz aumentava a multa contra a CBF, multava também donos de estádios que permitissem a realização de jogos da Série C antes de colocar o Galo na tabela e ainda autorizava a intervenção policial para evitar que os jogos acontecessem. Foi neste segundo momento que o Treze entrou na competição (mas como mais um, e não no lugar do Rio Branco).
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS