ALTA FLORESTA DO OESTE: Boas práticas no manuseio do café são apresentadas em Dia de Campo

Técnicas que concorrem para a produção de cafés especiais

ASSESSORIA

10 de Março de 2020 às 11:41

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (09), com foco na gestão dos negócios na cafeicultura, o Sebrae em Rondônia participou da realização da Oficina no Campo – Cafés Especiais, no sítio do Ipê Amarelo do produtor Édio Felberg em Alta floresta. Esta é mais uma atividade do projeto Cafeicultura de Rondônia, do Convênio 017/PGE 2017/Sebrae/Seagri, realizada em parceria com a Embrapa, Emater, Secretaria de Estado da Agricultura e Secretaria Municipal de Agricultura.

 

De acordo com o analista do Sebrae Sebastião Oliveira, “Direcionamos especial atenção à gestão das atividades da cafeicultura e a oficina é mais uma oportunidade para que o produtor rural possa acessar o conhecimento em pós-colheita, lavagem dos cafés e noções de fermentação, para isso trouxemos o facilitador João Maria Diocleciano analista em pesquisa e desenvolvimento da Embrapa”.

 

Foi um dia de campo dedicado à melhoria da qualidade do café que pode ser influenciada por diferentes fatores no pós-colheita. A lavagem e a fermentação também determinam características sensoriais que podem alterar o sabor e devem ser conhecidas pelo produtor, a fim de atender aos requisitos exigidos pelos segmentos de mercado.

 

Parceiros trabalharam de forma integrada com os 34 produtores de café, que interagiram com o facilitador e aproveitaram para tirar suas dúvidas. Para os participantes, a parceria foi muito adequada, porque todos conseguiram adquirir as práticas existentes nas diferentes instituições, pelo Sebrae a gestão, com a Embrapa a tecnologia, pela Emater os processos e com as secretarias o conhecimento dos aspectos institucionais.

 

Quer saber mais sobre a atuação do Sebrae no agronegócio? Acesse sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode interagir com o Sebrae pelo WhatsApp, (69) 98130-5656, Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube nos canais Sebrae/RO.

Direito ao esquecimento