close

HISTÓRICO: ALE aprova PEC de Anderson Pereira e cria a Polícia Penal em Rondônia

A PEC foi aprovada em dois turnos por 17 votos, medida transforma os atuais agentes penitenciários em policiais penais.

ASSESSORIA

18 de Março de 2020 às 09:08

HISTÓRICO: ALE aprova PEC de Anderson Pereira e cria a Polícia Penal em Rondônia

FOTO: (Divulgação)

Por unanimidade, a Assembleia Legislativa de Rondônia, aprovou na noite dessa terça-feira (17), emenda substitutiva ao Projeto de Emenda à Constituição – PEC 005/2019 de autoria do deputado estadual Anderson Pereira (Pros), que cria no âmbito do Estado de Rondônia a Policia Penal.



A PEC foi aprovada em dois turnos por 17 votos, medida transforma os atuais agentes penitenciários em policiais penais. A nova polícia será vinculada ao órgão que administra o sistema penal no Estado.



“Momento de muita alegria para nossa categoria, a qual sou parte efetiva há 14 anos. Como parlamentar é um fato que marca nosso nome de forma positiva na história do Estado. Agradecer a todos envolvidos, que de todas as maneiras nos ajudaram nessa jornada. Assim a categoria está verdadeiramente criada de fato e de direito e só assim vamos alcançar reconhecimento e valorização”, comemorou Anderson Pereira.



A PEC define ainda que:



Os policiais penais deverão atuar na segurança em estabelecimentos penais;
Serão escolhidos por concurso público;


A corporação também será composta pelos atuais agentes penitenciários, que atualmente trabalham na manutenção da ordem e vigilância de presos;A polícia penal também será incorporada ao rol dos órgãos de segurança listados pela Constituição (polícia federal, polícia rodoviária federal, polícia ferroviária federal, polícias civis e militares dos estados).



De acordo com o deputado Anderson, a polícia penal alinhada as demais instituições de combate ao crime trará o reconhecimento da atividade policial já exercida pelos profissionais do sistema prisional, abrindo o leque de atuação dentro e fora dos muros, seja no cumprimento de prisões, recaptura, inteligência, além de retirar alguns policiais militares e civis que ainda trabalham em carceragens, devolvendo-os ao policiamento ostensivo e investigativo. “A sociedade merece mais segurança, o sofrido povo brasileiro merece a polícia penal”, frisou.



“Lutei como servidor do sistema prisional pela Policia Penal, lutei como sindicalista, agora tenho a honra de ter lutado como parlamentar e principalmente conseguindo a aprovação e a regulamentação aqui no Estado de Rondônia”, finalizou Anderson Pereira.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS