close

SINCRONICIDADE: Hildon exonera nomeados de Edgar do Boi antes de operação do MP/RO

Essa operação foi promovida em uma ação conjunta com o Ministério Público Federal e Polícia Federal

DA REDAÇÃO - JOÃO PAULO PRUDÊNCIO

3 de Dezembro de 2019 às 11:48

SINCRONICIDADE: Hildon exonera nomeados de Edgar do Boi antes de operação do MP/RO

FOTO: (Divulgação)

A deflagração da operação “Boi Gordo” nesta terça-feira (3) pelo Ministério Público do Estado de Rondônia trouxe à tona suspeitas envolvendo o vice-prefeito de Porto Velho, Edgar do Boi (PSDC), em práticas supostamente ilícitas. Ele teve seu gabinete oficial e sua residência alvos de mandados de busca a apreensão.

 

Sincronicidade

 

Nesta última semana, o prefeito de Porto Velho, ex-promotor Hildon Chaves (PSDB), exonerou todos os servidores nomeados na prefeitura que eram de confiança do vice, Boi.

 

A relação entre os dois anda estremecida desde o primeiro ano de mandato de Chaves e piorou neste último mês de novembro após o vice subir à tribuna da Câmara e criticar duramente a atual gestão.

 

A operação

 

De acordo com promotor do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – GAECO, João Francisco Afonso, as investigações partiram através da delação premiada dos empresários Joesley Batista e Wesley Batista.

 

“Essa delação premiada foi prestada para o Ministério Público Federal envolvendo diversos ilícitos e dentro disso foi direcionado  aquilo que interessa ao estado de Rondônia”, afirmou o promotor João Afonso.

 

Essa operação foi promovida em uma ação conjunta com o Ministério Público Federal e Polícia Federal.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS