close

ENERGIA: Ada Dantas apresenta projeto que visa manter Porto Velho na Bandeira Verde

“Distribuímos energia para metade do país e somos autossustentáveis, portanto, a bandeira verde é direito nosso, pois não há encargos. Não é justo que tenhamos que pagar tarifas em bandeiras amarela e vermelha", comentou Ada Dantas.

ASSESSORIA

22 de Outubro de 2019 às 16:22

ENERGIA: Ada Dantas apresenta projeto que visa manter Porto Velho na Bandeira Verde

FOTO: (ASSESSORIA)

Defensora assídua para que o cidadão pague valor justo pela energia elétrica em Porto Velho e distritos, a vereadora Ada Dantas Boabaid (PMN) elaborou o Projeto de Lei nº 3976/2019, que “proíbe as cobranças das bandeiras tarifárias (amarela e vermelha) pela empresa concessionária de energia elétrica no âmbito do Município de Porto Velho, e dá outras providências”. A parlamentar aproveitou ainda para indicar aos deputados estaduais, federais e vereadores dos municípios de Rondônia, que apresentem o mesmo projeto como forma de pressionar o Governo Federal para que retire as bandeiras amarela e vermelha da conta dos rondonienses.

 

Conforme reiterou Ada Dantas em seu discurso durante sessão na Câmara Municipal nesta segunda-feira (21), a capital possui três Usinas Hidrelétricas, sendo elas Usina de Santo Antônio, Usina de Jirau e Usina de Samuel, que distribuem energia elétrica para boa parte do país, mesmo assim, os munícipes pagam altíssimo valor na conta de energia. “Distribuímos energia para metade do país e somos autossustentáveis, portanto, a bandeira verde é direito nosso, pois não há encargos.  Não é justo que tenhamos que pagar tarifas em bandeiras amarela e vermelha. Na atual situação, estamos pagando R$6,00 a cada 100 quilowatts e isso resulta em diferença considerável na conta de energia do cidadão, sobretudo dos comerciantes, que estão desesperados com os valores cobrados”, comentou Ada Dantas.

 

No projeto, todas as faturas de energia elétrica dos consumidores de Porto Velho deverão permanecer com a bandeira tarifária na cor verde durante todo o ano. “Já conversei com os demais vereadores e todos concordaram em aprovar o meu projeto de lei. Continuarei nesta luta para que a população pague um valor justo”, finalizou Ada Dantas

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS