close

EDUCAÇÃO E TRANSPORTE: Vereadora Joelna Holder cobra soluções para alunos da Unir

O Conselho Superior Acadêmico (CONSEA) publicou uma resolução que muda o horário de saída dos acadêmicos para 23h, impossibilitando a ida dos alunos para casa

ASSESSORIA

20 de Agosto de 2019 às 09:37

EDUCAÇÃO E TRANSPORTE: Vereadora Joelna Holder cobra soluções para alunos da Unir

FOTO: (ASSESSORIA)

Na tarde desta sexta-feira dia 16, a Vereadora Joelna Holder presidente da Comissão de Educação da Câmara se reuniu com a professora Walterlina Barbosa Brasil, do Departamento de Ciências Humanas da Unir após ser procurada para discutir a difícil situação enfrentada há muito tempo pelos alunos.

 

Situação esta, que se agravou nas últimas semanas quando o Conselho Superior Acadêmico (CONSEA) publicou uma resolução que muda o horário de saída dos acadêmicos para 23h, impossibilitando a ida dos alunos para casa, visto que o último ônibus passa no Campus as 22h30minh. Devido o transtorno, alunos chegaram a dormir na Universidade.

 

Diante da demanda, a Vereadora juntamente com a professora Walterlina procuraram a Secretaria Municipal de Trânsito para cobrar providências e a Secretaria se comprometeu a criar soluções para o problema, informou também que já esta atuando na causa.

 

A Vereadora corrobora com o pensamento apresentado Departamento de Ciências Humanas da Unir, acreditando que o transporte é favor primordial para o acesso a educação, não podendo ser desvinculado do mesmo. Além disso, a vida acadêmica do aluno é por vezes prejudicada pela instabilidade do sistema, atingindo diretamente a questão da aprendizagem e elevando os níveis de evasão.

 

Esta é uma questão educacional, não podemos permitir que os alunos sejam prejudicamos pela falta de infraestrutura, como defensores da Educação, não podemos pensar em formação continuada e muito menos em educação democrática, se não garantirmos o direito a todos os alunos de chegarem em casa com segurança, além disso, precisamos pensar que o aprendizado esta além do ambiente educacional, envolvendo fatores econômicos, sociais, físicos e mentais. Diante disso, reafirmamos nosso compromisso em lutar para que nossos acadêmicos tenham acesso a formação de qualidade. Vamos continuar fiscalizando e acompanhando a causa até que obtenhamos efetivo resultado” finalizou.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS