close

NECESSIDADE: Cássia Muleta reitera pedido de médico legista para Jaru após denuncia

Os familiares do pioneiro de Jaru transferiram o corpo para Ariquemes, que também não possuía um especialista

ASSESSORIA

25 de Junho de 2019 às 17:33

NECESSIDADE: Cássia Muleta reitera pedido de médico legista para Jaru após denuncia

FOTO: (Assessoria)

A deputada Cássia Muleta (Podemos) reiterou o pedido do envio de um médico legista ao município de Jaru após denúncia de inoperância do IML pelos familiares do pioneiro da cidade, João Cardoso.

 

Em denúncia feita pela família de João, que faleceu aos 82 anos, eles afirmam que se deslocaram de Jaru a Ariquemes, pois em seu município natal não possuía um médico para dar a liberação do corpo.

 

Em vídeo feito para as redes sociais, o neto de seu João, André Cardoso, denuncia a falta de especialista também no município vizinho. “O IML de Ariquemes não tem ninguém, nem um médico, nem um guarda para dar satisfação (…) Jaru não tinha (especialista) e foi transferido para cá, agora olha a situação da minha família” ele lamentou enquanto mostrava a situação de seus familiares.

 

Na internet outras pessoas da região falam de situações parecidas e ocorrentes. “Assim como ocorreu com o corpo do meu amado pai. O Servidor Público falecido em Fevereiro. A história apenas se repete. Nem o Prefeito ou Vice Prefeito aqui de Jaru “puderam” fazer nada. Ninguém faz nada. Infelizmente. Lamentável” comentou um internauta.

 

Em abril a parlamentar já havia feito uma indicação ao Governo do Estado pedindo urgência no encaminhamento do especialista para Jaru. “Os serviços do médico legista são de extrema importância à população, por ser responsável pelas necropsias e laudos cadavéricos para Polícias Científicas, além de perícias em diversos casos. A medida é urgente”, afirmou Cássia em pedido passado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS