close

ESPAÇO ABERTO: Lixo hospitalar com risco de contaminação é jogado a céu aberto

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

17 de Junho de 2019 às 08:40

ESPAÇO ABERTO: Lixo hospitalar com risco de contaminação é jogado a céu aberto

FOTO: (Rondoniaovivo)

PRECISA REFLETIR


O destempero de Jair Bolsonaro em algumas ações passa muitas vezes despercebido, mas em alguns casos pode significar baixa na credibilidade. Ações tomadas por impulso ou motivadas para defender alguém sem avaliar o exato contexto do que ocorre vai provocando um desgaste desnecessário. Bolsonaro deixa muito claro que para ele a emoção está acima da razão e isso pode ter um custo bastante alto em um País que segue sem rumo, com economia estagnada e carente de boas ideias para dar ânimo ao povo que já se mantém com água acima da linha do pescoço.

 


PRESTÍGIO INABALADO   


A demissão de Carlos Alberto dos Santos Cruz da chefia da Secretaria de Governo é consequência de atos emotivos que provocaram desgaste de relacionamento com o presidente Jair Bolsonaro, após os conflitos do general com pesos pesados do bolsonarismo – do filho deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) a Olavo de Carvalho, passando pelo deputado Marcos Feliciano (PSL-SP). Sempre pronto a não deixar insulto sem resposta, Santos Cruz acabava contribuindo para aumentar o problema, irritando o presidente. No entanto, a saída de Santos Cruz não muda em nada o histórico coerente e firme do general que não abre mão de uma postura que sempre o manteve na linha de frente entre os demais 4 estrelas.

 

 

 

 


NÃO SE ABALOU E MANTEVE A POSTURA COLORADA


Santos Cruz parecia bem, terça (11), em evento na embaixada de Portugal, mas na lapela não exibia a bandeirinha do Brasil, só a do Inter, seu time do coração.

 


SOUBE PELA IMPRENSA


Hamilton Mourão, general e vice de Jair Bolsonaro, soube da demissão do colega de Exército Carlos Alberto dos Santos Cruz pela imprensa, informou a jornalista Andréia Sadi. “Tomei conhecimento agora. Ele é um cara extraordinário”, disse Mourão à repórter da GloboNews.

 


PERDEU A ELEGÂNCIA


Em café da manhã com jornalistas, no Palácio do Planalto, o general Augusto Heleno, ministro do GSI, reagiu de maneira incomum à sua postura calma e conciliadora de sempre. O motivo foi o fato de Lula ter posto em dúvida a facada levada por Jair Bolsonaro durante a campanha


Na minha opinião, sempre tive essa opinião, ela é minha, não é do presidente, presidente da República desonesto tinha que tomar uma prisão perpétua. Isso é um deboche com a sociedade. Presidente da República desonesto destrói o conceito do país. É o cúmulo ele ainda aventar a hipótese de a facada ser uma mentira.

 


PROSEGUIU O GENERAL


E será que o câncer dele foi mentira? E o câncer da dona Dilma foi mentira? Isso é uma canalhice típica desse sujeito. Presidência da República é uma instituição quase sagrada. Eu tenho vergonha de um sujeito desse ter sido presidente da República.” Os presentes se olharam surpresos com a manifestação atípica do general Heleno.

 

 

 

 


OUTRO GENERAL DEMITIDO


O presidente Jair Bolsonaro afirmou que irá demitir o presidente dos Correios, general Juarez Aparecido de Paula Cunha, nos próximos dias por ele ter apresentado "comportamento de sindicalista" durante uma audiência pública na Câmara dos Deputados. O motivo seria o fato do general ter tirado fotos com parlamentares de esquerda e ter dito que os Correios não serão privatizados, ao contrário do que defende o ministro da Economia, Paulo Guedes. Bolsonaro fez a afirmação nesta sexta-feira (14), durante um café da manhã com jornalistas. A demissão, ainda segundo Bolsonaro, deverá ocorrer nos próximos dias.

 

 

GREENWALD CONDENADO

 

Dificilmente alguém mexe em vespeiro e não leva picada. Ao publicar reportagens que podem dividir opiniões e confrontar interesses políticos, o jornalista do Intercept sabe que inúmeras reações podem surgir. A primeira delas já apareceu em envolve uma questão trabalhista.


Glenn Greenwald fez um acordo de indenização com a família de um caseiro -- já falecido -- que trabalhou em sua residência no Rio por seis anos e seis meses sem receber direitos trabalhistas. A informação é da revista Veja na coluna Radar.

 

 

  PLANO DE RESÍDUOS SÓLIDOS


Nesta segunda-feira (17), às 8h, no auditório da São Lucas Educacional Campus ll, em Porto Velho, o Governo de Rondônia realiza a Oficina de Divulgação e Apresentação do Plano Estadual de Resíduos Sólidos.

 

 

AINDA NÃO CUMPRIU


O prazo do acordo entre a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e a Amazon Recicly, subsidiária da Amazonfort, para que a empresa construa um playground no Parque Circuito, em Porto Velho, como compensação de conversão de multa por haver cometido danos ambientais ao aterro controlado da Vila Princesa terminou. A empresa infratora não teria pago a multa nem cumprido o Termo de Compromisso de Compensação Ambiental, firmado no dia 16 de maio.

 

 

DENÚNCIA

 

Em 23 de março deste ano, após denúncia da Marquise Ambiental responsável pela coleta e descarte de lixo em Porto Velho, a Amazonfort foi multada pela Sema no valor de R$ 15 mil, após repetir por quatro vezes o despejo de lixo hospitalar recolhido no Hospital do Câncer, no aterro controlado, onde só podem ser depositados  resíduos urbanos. A Amazonfort é detentora de contrato para recolhimento de lixo hospitalar, porém esse tipo de resíduo, que pode contaminar pessoas, deve ser incinerado em local apropriado.

 

 

 

 

 

EQUIPAMENTO ESTRAGADO

 

A empresa autuada teria local e incinerador, porém, segundo funcionários que fizeram os descartes na Vila Princesa, o equipamento está danificado, por isso receberam ordem de levar para o aterro controlado.

 

 

DENÚNCIA

 

A operação irregular foi denunciada pela Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) à Sema, que multou a Amazonfort. No dia 16 de maio, teria sido assinado acordo no qual a infratora abriu mão de qualquer recurso da penalidade e assumido compromisso de converter a multa de R$ 15 mil na construção de um playground no Parque Circuito, como forma de compensação.

 

 

INSIGNIFICANTE

 

A Semusb relatou ter encontrado materiais perfurocortantes, bolsas de sangue, frascos de soro e equipos, entre outros, inclusive agulhas. Proporcionalmente, a multa aplicada à Amazonfort é considerada irrisória. Mesmo assim, a empresa não teria se preocupado em reparar a irregularidade.

 

 

 

 

 

JEITINHO NA CÂMARA

 

Com relação à Câmara Municipal de Porto Velho, recentemente a casa aprovou uma lei que favorece diretamente a empresa, pois permite ao município receber lixo hospitalar de outros municípios.

 

 

CURSO GRATUÍTO PARA O ENEM COM 350 VIDEOAULAS


O Enem 2019 já tem datas marcadas: acontece nos dias 3 e 10 de novembro. Para quem quer se preparar, mas não tem tempo e nem dinheiro para investir em aulas extras e cursos particulares, há a opção do Pré-Enem a Distância Uninter. Trata-se de um curso preparatório completo e gratuito disponível para estudantes de todo o Brasil. O projeto, que é uma parceria do Centro Universitário Internacional Uninter com o Eureka, chega ao sexto ano com material atualizado, cerca de 350 videoaulas e aulões de redação presenciais e on-line.  


No dia 3 de novembro serão aplicadas no Enem as provas de “Linguagens, Códigos e suas Tecnologias”, “Redação” e “Ciências Humanas e suas Tecnologias”; e, no dia 10, “Ciências da Natureza e suas Tecnologias” e “Matemática e suas Tecnologias”. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mais de cinco milhões de pessoas vão participar do exame. Mais informações e inscrições estão disponíveis no site https://www.uninter.com/enem/.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS