close

ESPAÇO ABERTO: Rondônia terá parte da floresta amazônica reduzida

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

13 de Junho de 2019 às 08:46

ESPAÇO ABERTO: Rondônia terá parte da floresta amazônica reduzida

FOTO: (Rondoniaovivo)

FLAGRADO NA BOATE GAY 


Deputado estadual foi flagrado pela esposa em uma boate gay da capital. O barraco foi grande e acabou sobrando para o jovem que acompanhava o deputado no momento de lazer. A confusão foi parar na delegacia com registro de ocorrência de agressão contra a esposa do deputado. Assim que o balacobaco se espalhar pelas redes sociais, provavelmente uma nota do deputado sobre o fato deve ser publicada.  

 


REDUZIR A FLORESTA


Jair Bolsonaro pretende reduzir mais de 60 unidades de conservação ambiental do País que têm estradas federais, ferrovias, portos e aeroportos dentro de seus limites, segundo avaliação do próprio governo. A redução, conforme a administração federal, tem o propósito de eliminar "interferências" e dar "segurança jurídica" para  empreendimentos - sejam estes públicos ou concedidos à iniciativa privada.

 

 

 

 

 

PROJETO DE LEI


O texto para uma nova lei, que já está sendo escrito pelo Ministério de Infraestrutura, com apoio da pasta do Meio Ambiente, deve ser enviado nas próximas semanas ao Congresso com a lista das florestas a recortar. Bolsonaro achava que só na caneta poderia resolver a questão, mas é preciso aprovação de lei para que as medidas sejam adotadas. O Presidente pretendia fazer as alterações de perímetros e categorias de unidades de conservação por meio de decreto presidencial. Bolsonaro ficou publicamente contrariado mas não adianta fazer beiço. O governo tem que enviar uma proposta ao Congresso Nacional.

 


RONDÔNIA NA LISTA


Levantamento do Ministério da Infraestrutura revela  que existem 54 unidades de conservação bloqueadas por rodovias e ferrovias, além de outras 37 rodovias e ferrovias que margeiam unidades. Também foram identificados oito aeroportos de pequeno porte em situação de conflito com sete áreas protegidas, além de oito sobreposições de portos públicos e privados.


Na lista de unidades previstas para terem a área reduzida pelo governo estão florestas como os parques nacionais Serra da Bocaina (SP), Serra dos Órgãos (RJ) e Mapinguari (RO), além das reservas biológicas de Poço das Antas (RJ), Tinguá (RJ) e Sooretama (ES).

 


PREJUÍZO AO MEIO AMBIENTE


Analistas ambientais que atuam nas unidades temem que os recortes nas áreas possam prejudicar a proteção ambiental, ao fragmentar as florestas. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, declarou que o assunto está sendo acompanhado pela secretaria executiva da pasta. O ministério declarou, por meio de nota, que está "buscando a solução para uma situação jurídica conflituosa que envolve os empreendimentos de infraestrutura existentes no país e as unidades de conservação".

 

 

 

 


ENSINO MÉDIO EM ALTA


As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, o Encceja, aumentaram 75% em 2019, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os números surpreendem: saltaram de 1.695.607 estudantes em 2018 para 2.973.375 inscritos para a edição deste ano. O exame gratuito é para quem não terminou os estudos na idade correta e deseja obter um certificado.


Esse crescimento pode ser justificado por alguns fatores, como a maior divulgação da prova, o apoio de secretarias de educação e a busca de uma certificação para melhorar as condições de emprego. 


As inscrições para o Encceja 2019 já estão encerradas. A prova vai acontecer no dia 25 de agosto.

 


OUTRA FORMA PARA TERMINAR OS ESTUDOS


A EJA (Educação de Jovens e Adultos) no formato EAD (Educação a Distância) da Uninter é outra forma de terminar os estudos, sem ter que parar de trabalhar ou cuidar da família, pois é desenvolvida no formato a distância. O curso tem duração de 18 meses, com carga horária total de 1,2 mil horas, mas é possível solicitar aproveitamento de estudos caso o aluno já tenha concluído algumas disciplinas. Com um ambiente virtual acessível, os estudantes podem interagir e tirar dúvidas com professores e colegas. As inscrições para a EJA estão abertas até o dia 26 de julho e podem ser feitas no site www.uninter.com/eja. 

 

 

LEILÃO DA BR 364


A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou no Diário Oficial da União (DOU) que realizará o leilão da concessão da BR346/365/GO/MG no dia 18 de setembro deste ano na B3 em São Paulo dentro do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal, segundo publicação do jornal o Estadão da última quarta-feira (05).


Quanto à privatização da BR-364 entre Porto Velho e Comodoro (MT) consta no site da ANTT que a EPL (Empresa de Elaboração e Projetos) está elaborando Termo de Referência para contratação de uma empresa especializada que fará o Estudo de Viabilidade Econômica, Técnica e Ambiental (EVCTA).

 


EM ANDAMENTO


O projeto da concessão das BRs em Rondônia está na fase de realização de consultas públicas, ainda falta o Acórdão do TCU e não há data para publicação do Edital tampouco do leilão. O Programa de Parcerias do governo federal descreve que a proposta de concessão da BR-364 MT/RO engloba o trecho entre o entroncamento com a BR-174 em Comodoro/MT e Porto Velho/RO totalizando 806,3 quilômetros de extensão. Esse trecho, encontra-se com 783,9 Km de pista simples e 22,4 Km de pista duplicada.

 


MARCOS ROCHA ESPERA INVESTIMENTO PRIVADO


O governador Marcos Rocha (PSL) já afirmou em entrevistas que não existe uma solução imediata para que BR-364 seja duplicada. Em audiência com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, o governador debateu obras de restauração e duplicação da BR-364 e também falou sobre a BR-319, que liga Porto Velho a Manaus, onde ficou claro que o investimento para as obras virá através da concessão.

 

 

 


ABSURDO DA TIRANIA


O Banco Central da Venezuela divulgou nesta quarta-feira (12) novas notas de sua moeda, o “bolívar soberano” –de 10 mil, 20 mil e 50 mil. A nota de 50 é equivalente a 7 dólares, ou menos de 30 reais. Cerca de 84% da população do país ganham em torno de 7 dólares.

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS