close
logorovivo2

TRANSPORTE ESCOLAR: Comissão de Educação protocola notificação aos órgãos envolvidos

Conforme constatado pela vereadora Joelna, existem algumas linhas em que não há transporte e outras que sofrem com a superlotação

ASSESSORIA

2 de Maio de 2019 às 12:01

TRANSPORTE ESCOLAR: Comissão de Educação protocola notificação aos órgãos envolvidos

FOTO: (Assessoria)

Na tarde deste dia 30 de abril, os Vereadores que compõem a Comissão Permanente de Educação da Câmara: Joelna Holder, Aleks Palitot e Luan da TV, protocolaram uma notificação aos órgãos envolvidos no processo de contratação emergencial das empresas para o transporte escolar, sendo eles a Semed, a empresa contratada Freitas e o Gabinete do Prefeito.

 

A ação se deu por conta do fim do prazo para entrega dos ônibus que realizariam o transporte escolar nas localidades, prazo este, estabelecido regimentalmente e que venceu neste dia 30/04, estando ainda, os Distritos e até mesmo a Capital sofrendo com a falta de ônibus para realizar o transporte.

 

Conforme constatado pela vereadora Joelna, Presidente da comissão, em visita ao distrito de União Bandeirantes, existem algumas linhas em que não há transporte e outras que sofrem com a superlotação ocasionada pela falta de ônibus, segundo informações oferecidas pela comunidade um ônibus chega a transportar até 80 alunos de uma só vez, causando risco a vida dos estudantes. Além disso, a falta de ônibus atinge alunos de Porto Velho, Extrema, e outras localidades.

 

 

VEJA MAIS:

 

 

Inúmeras vezes foram recebidas denúncias versando sobre a situação dos ônibus utilizados pela empresa. Falta de combustível, ônibus quebrados, falta de manutenção e de adaptações  para atender as regiões estão entre elas. No documento, a comissão de Educação da Câmara, enquanto responsável pela fiscalização e acompanhamento das questões pertinentes á educação do Município cobra urgente solução ao problema enfrentado pelos alunos que dependem do transporte escolar para terem acesso ao direito á educação, levando os órgãos ao conhecimento dos fatos e exigindo tomada de providências, pois o Poder Público não pode estar inerte diante de uma questão tão importante.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS