close
logorovivo2

VISITA: Ada Dantas pede mais segurança para escola que foi alvo de criminosos

. A unidade educacional, que não possui vigilância física e nem através de monitoramento por câmeras, foi mais uma a ser violada por criminosos

ASSESSORIA

24 de Abril de 2019 às 17:55

VISITA: Ada Dantas pede mais segurança para escola que foi alvo de criminosos

FOTO: (Assessoria)

Na manhã desta terça-feira (23), a vereadora Ada Dantas Boabaid (PMN) esteve visitando a Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Rio Madeira, localizada no Bairro Nova Esperança, área norte de Porto Velho. A unidade educacional, que não possui vigilância física e nem através de monitoramento por câmeras, foi mais uma a ser violada por criminosos.

 

Em conversa com a diretora Erika Navarro e a vice diretora Glaura Mugrabe, Ada Dantas foi informada que a invasão criminosa ocorreu no último domingo (21), onde vários infratores invadiram a escola e deixaram rastro de destruição por onde passaram. Facas foram retiradas das cozinhas e utilizadas para abrir a porta da sala dos professores, onde os vândalos atearam fogo em materiais, reviraram o armário e fizeram desenhos na parede onde há quadro com fotos dos alunos. Um dos desenhos é a escrita “4:20”, que na linguagem criminosa significa a hora de fumar maconha.

 

Nas gestões dos ex prefeitos Roberto Sobrinho e Mauro Nazif havia vigilante na escola, inclusive as guardetes (vigilantes do sexo feminino) atuavam pela parte da manhã e os homens à tarde de à noite. Fomos informados que devido a escola estar ao redor de condomínios de alto padrão, estava segura, mas esta não é a nossa realidade”, comentou a diretora. 

 

A escola atende aproximadamente 400 alunos nos períodos da manhã e tarde, além de outros 200 alunos que estudam na extensão da escola, localizada próximo a Horta.

 

É lamentável que isso venha ocorrendo no município de Porto Velho. Precisamos do retorno dos vigilantes nas escolas, já foi comprovado: não tem como ficar no vídeo monitoramento. Nós estamos fazendo nosso trabalho de fiscalizar e vamos pedir providências à prefeitura de Porto Velho, porque isso tem que ser resolvido”, concluiu Ada Dantas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS