close
logorovivo2

CONCURSO: Grupo usa palavras de baixo calão para pressionar deputados estaduais

Eles iniciaram uma campanha para forçar a ALE a chamar mais aprovados no último certame

ASSESSORIA

3 de Abril de 2019 às 16:21

CONCURSO: Grupo usa palavras de baixo calão para pressionar deputados estaduais

FOTO: (Divulgação)

Um grupo chamado “remanescentes do concurso da Assembleia Legislativa”, liderados por proprietários de cursos preparatórios de Porto Velho, iniciou uma campanha difamatória contra o deputado estadual Laerte Gomes, presidente do Poder Legislativo Estadual. Com palavras de baixo calão, os ditos remanescentes querem a todo custo, tentando induzir a opinião pública, a contratação como estatutários na Casa de Leis.


Laerte Gomes assumiu a presidência da Assembleia Legislativa no dia 1 de fevereiro de 2019. Há mais de 30 anos o Poder Legislativo não fazia concurso público. O primeiro ato do novo presidente foi homologar o certame e nomear a comissão do concurso para fazer levantamento das necessidades da Casa.


O edital do concurso prevê 110 vagas, mas Laerte já disse em entrevista as emissoras de rádio da Capital que poderá chamar mais candidatos, mas desde que haja real necessidade dos departamentos da Assembleia Legislativa.


Os “remanescentes” também acusam a gestão da Casa de nomear comissionados. Os servidores nesse regime trabalham 8 horas por dia e a maioria é nomeada pelos deputados estaduais, que possuem cota no gabinete para contratação, conforme determina a Lei. O mesmo exemplo acontece no Senado e na Câmara Federal. Laerte frisou que nenhum aprovado no concurso será prejudicado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS