close
logorovivo2

DEMANDAS: Professor Aleks Palitot busca apoio do Executivo Estadual

O primeiro compromisso foi a reunião na Superintendência de Turismo (Setur)

ASSESSORIA

22 de Fevereiro de 2019 às 09:56

DEMANDAS: Professor Aleks Palitot busca apoio do Executivo Estadual

FOTO: (Assessoria)

O Professor Aleks Palitot visitou o Complexo Rio Madeira na manhã desta quarta-feira (20), onde se reuniu com o Superintendente de Turismo, Gilvan Pereira e com o Secretário do Departamento de Estrada, Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), Erasmo Meireles e Sá para tratar de demandas referentes à capital.

 

O primeiro compromisso da manhã foi a reunião na Superintendência de Turismo (Setur). Convidado por Gilvan Pereira, o vereador aproveitou a oportunidade para ressaltar as potencialidades que Porto Velho possui e a ligação destes patrimônios com a história do município.

 

Previsto para meados de 2019, o Superintendente falou sobre o encontro estadual que a Setur pretende realizar com prefeitos e secretários dos 52 municípios abrindo oportunidade para que Palitot possa falar de sua experiência na divulgação das belezas naturais de Rondônia através de seu programa, Trilhando a História. Um convite muito bem recebido pelo vereador que pretende expandir seu projeto para todas as cidades rondoniense.

 

 

 

 

 

Espaço Alternativo

 

A segunda agenda do dia foi o encontro do vereador com o Coronel Meireles, titular do DER, onde Palitot falou das diversas reclamações que recebe diariamente em seu gabinete, a cerca da forma que vem sendo utilizado o Espaço Alternativo.

 

O local, um já pactuado espaço para a prática esportiva na capital e ponto de lazer para as famílias portovelhenses tem sido utilizado como praça de alimentação por ambulantes que buscam faturar um extra com o movimento. “Acredito que estão confundindo muito o propósito do lugar e a maior dúvida que paira é saber se aquele espaço é administrado pela União, pelo governo ou município”, questiona Palitot.

 

De acordo com o vereador, sua visita ao DER busca apenas provocar um diálogo entre o Executivo Municipal e Estadual para que haja um consenso e assim seja cobrado o cumprimento do código de postura. “O município deve determinar regras para a utilização, estipulando a quantidade de vendedores ambulantes atuando no local, de que forma, em que condição e com a vigilância sanitária fiscalizando”, alerta o Edil.

 

O Espaço Alternativo é um dos cartões postais de Porto Velo e uma das portas de entrada para o nosso Estado e o desvirtuamento de seu propósito tem repercussão negativa para todos. “Sabemos que os tempos são economicamente difíceis, mas a situação já tomou proporções aquém do aceitável”, afirma o Professor.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS