close

AUMENTO NA ENERGIA: Geraldo da Rondônia acredita que movimentos populares podem vencer batalha

Para Geraldo da Rondônia, uma das formas mais eficazes de se obter significativos resultados, “é quando há a união de forças”

ASSESSORIA

19 de Fevereiro de 2019 às 10:03

AUMENTO NA ENERGIA: Geraldo da Rondônia acredita que movimentos populares podem vencer batalha

FOTO: (Assessoria)

Somando forças com as classes segmentadas que junto com a população estão trabalhando para a exclusão do alto reajuste aplicado na tarifa de energia elétrica no estado de Rondônia, o deputado Geraldo da Rondônia (PSC), tem se manifestado a partir de pronunciamentos públicos, favorável a conclamação da população para atos públicos, manifestações que visam levar para as ruas a indignação de toda uma população de um estado.

 

Para Geraldo da Rondônia, uma das formas mais eficazes de se obter significativos resultados, “é quando há a união de forças”. O deputado reforçou seu posicionamento já manifestado em um importante pronunciamento realizado na sessão realizada no dia 12 de dezembro (2018) no plenário da Assembleia Legislativa, onde teve a oportunidade de relatar alguns resultados alcançados em nível internacional, a partir da união de lideranças e de populares.

 

Neste discurso da sessão de dezembro do último ano, Geraldo citou o exemplo da greve dos caminhoneiros, em que uma classe inteira usou da união para demonstrar sua força, “a partir dessa ação de grande impacto que alguma solução real pode ser apresentada”. Ressaltou ainda sobre o manifesto francês denominado “coletes amarelos”, que levou milhares de franceses às ruas (mediante convocações feitas nas redes sociais), reivindicando sobre o reajuste nos preços dos combustíveis. O movimento ganhou forças em outros países.

 

Esse aumento em nossa conta de energia é um absurdo, principalmente quando temos em nossa realidade um serviço de péssima qualidade. Rondônia ainda possui municípios e distritos em a partir das 22h acontece o desligamento da rede de energia, ou casos de falta de abastecimento de óleo diesel para o funcionamento dos grupos geradores”, relatou em seu pronunciamento parlamentar.

 

 O deputado falou ainda de sua indignação enquanto estado gerador de energia elétrica, sendo Rondônia umas das principais fontes geradoras do país. “É uma grande incoerência essa nossa realidade no que diz respeito a preço que pagamos para termos luz elétrica, enquanto grandes fornecedores a nível de Brasil que somos e mesmo assim ainda precisamos pagar um absurdo para que esse serviço nos seja ofertado”.

 

Ainda em seu pronunciamento, o deputado Geraldo, falou que a classe empresarial, que movimenta a economia do estado, geradores de emprego e renda, está entre os atingidos diretamente com o aumento da energia, podendo levar ao fechamento de muitas indústrias, acarretando em um grande prejuízo financeiro para o estado.

 

 

Energisa

 

Em outubro de 2018 a empresa Energisa assumiu oficialmente a distribuição de energia em Rondônia, até então pertencente a Eletrobrás Rondônia (extinta Ceron). Anunciando para 2019 um investimento de cerca de R$ 470 milhões no estado, para melhorar a qualidade dos serviços e atendimento aos consumidores, além da expansão do sistema elétrico.

 

Tendo como sua primeira  ação a aplicação de reajuste para o consumidor aumentando de 24,75% em residências e 27,12% na energia de alta-tensão.

 

Em dezembro, após união dos poderes o aumento concedido para energiza foi barrado de forma judicial. Já em janeiro uma resolução do TF1 que derrubou a liminar que impedia o aumento da conta de luz em Rondônia.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS