close

TRANSFORMAÇÕES: Governo de RO e MPT discutem agenda para prevenção de irregularidades

O governador ainda citou os grandes desafios que tem à frente do Estado como a dívida bilionária do Beron

SECOM

31 de Janeiro de 2019 às 09:42

TRANSFORMAÇÕES: Governo de RO e MPT discutem agenda para prevenção de irregularidades

FOTO: (Secom)

A imagem de uma criança comendo apenas água com farinha no interior do Estado foi relembrada pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, na manhã desta quarta-feira (30) ao receber a procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho em Rondônia e Acre (MPT | RO-AC), Camilla Holanda Mendes da Rocha.

 

Para ele, situações como essa devem ser superadas através da geração de empregos dignos. ‘‘Preciso gerar trabalho e para isso preciso destravar a economia e proporcionar condições para que queiram investir no Estado e aproveitar essa expertise do Ministério Público do Trabalho para, através de um trabalho alinhado, alcançar um bom resultado’’, disse o governador.

 

‘‘O Ministério Público do Trabalho tem uma atuação na promoção de direitos também, então viemos apresentar ao governo de Rondônia ideias que o MPT vem desenvolvendo em todo o Brasil e opções de trabalho, em conjunto, porque quando as instituições estão alinhadas conseguem fazer uma transformação social real’’, destaca a procuradora-chefe.

 

O governador ainda citou os grandes desafios que tem à frente do Estado como a dívida bilionária do Beron, o pagamento de precatórios até 2024, o déficit na previdência e a situação da Caerd. Disse que tem tomado todas as medidas possíveis para superar essas questões através  de ações como o enxugamento da máquina pública e também com reuniões com o governo federal.

 

O MPT ofereceu ainda, ao Estado, o compartilhamento de boas práticas em medidas de controle e fiscalização para prevenir irregularidades em obras estaduais. Além de parceria para combater o trabalho infantil, o trabalho escravo e os acidentes envolvendo o trabalhador no campo, assim também como para um acolhimento digno aos estrangeiros, especialmente aos venezuelanos que estão chegando ao Estado e ainda ações quanto a política de trabalho do preso.

 

O governador solicitou  que seja feita reunião com os integrantes do MPT e os secretários estaduais para que as ações que vão trazer um impacto positivo para a sociedade rondoniense sejam de fato efetivadas.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS