close
logorovivo2

REUNIÃO: Cassol pede apoio a Bolsonaro para que libere a pílula do câncer

Cassol pediu apoio do presidente do Senado, Eunício Oliveira e também ao presidente da República eleito, Jair Bolsonaro

ASSESSORIA

1 de Dezembro de 2018 às 10:10

REUNIÃO: Cassol pede apoio a Bolsonaro para que libere a pílula do câncer

FOTO: (Assessoria)

O senador Ivo Cassol (Progressistas-RO) defendeu na última quarta-feira (28), no plenário do Senado a liberação da pílula do câncer, a chamada fosfoetanolamina. O medicamento teve a distribuição suspensa por ordem do Supremo Tribunal Federal.  Cassol que se reuniu com o presidente eleito Jair Bolsonaro nesta semana. O parlamentar relembrou que ele e Bolsonaro travaram uma batalha pela liberação do medicamento, que teria mostrado resultados significativos no tratamento contra o câncer. 

 

 Cassol pediu apoio do presidente do Senado, Eunício Oliveira e também ao presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, para que atuem junto ao STF pela liberação do remédio. “Fui reivindicar o anseio de todo aquelas pessoas que foram diagnosticadas com câncer e para quem nós trabalhamos, aqui no Senado Federal, a liberação da fosfoetanolamina, a pílula do câncer”.

 

O senador ressaltou a decisão do Congresso de aprovar o medicamento, que chegou a ser sancionado pela  ex-presidente Dilma Rousseff, mas  a Associação Médica Brasileira, entrou com uma ação na justiça para  cancelar a distribuição e assim impedir o uso da fosfoetanolamina.

 

Eu fiz uma solicitação ao presidente eleito, Jair Bolsonaro que faça um trabalho para liberar junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), para que as pessoas em tratamento do câncer possam usar o medicamento como uso alternativo ao convencional”, finalizou Cassol.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS