close
logorovivo2

LAVA JATO: Governador do Rio de Janeiro, Pezão é preso pela Polícia Federal

A operação é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral, preso desde novembro de 2016

EXAME

29 de Novembro de 2018 às 06:26

LAVA JATO: Governador do Rio de Janeiro, Pezão é preso pela Polícia Federal

FOTO: (Divulgação)

 

Luiz Fernando Pezão: o atual governador do Rio de Janeiro foi preso na manhã desta quinta-feira, 29 (Fernando Frazão/Agência Brasil)São Paulo – Luiz Fernando Pezão, atual governador do Rio de Janeiro, foi preso na manhã desta quinta-feira, 29, pela Polícia Federal em nova etapa da operação Lava Jato.

 

Por volta das 6 horas da manhã os policiais chegaram ao Palácio Laranjeiras, residência oficial do político do MDB. Também há agentes no Palácio Guanabara, sede do governo fluminenseA ordem de prisão preventiva foi expedida pelo do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça.

 

Há ainda mandados contra o ex-secretário de Obras do estado do Rio, Hudson Braga, e dois homens apontados como operadores de um complexo esquema de segurança.

 

A operação é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, segundo informou o Globonews, que foi operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral, preso desde novembro de 2016. Segundo Miranda, conhecido por ser o “homem da mala” de Sérgio Cabral, Pezão recebia 150 mil reais de mesada, chegou a receber dois bônus de 1 milhão de reais cada e também um décimo terceiro salário.

 

Pezão é o terceiro governador do Rio de Janeiro preso e o primeiro em cumprimento do mandato. Os ex-governadores Anthony Garotinho e Sergio Cabral foram presos. Também foram detidos, anteriormente, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (MDB) e vários parlamentares da Casa.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS