close

ESPAÇO ABERTO: DESCASO E INCOMPETÊNCIA

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO

29 de Novembro de 2018 às 08:54

ESPAÇO ABERTO: DESCASO E INCOMPETÊNCIA

FOTO: (Arte/Rondoniaovivo)

REVITALIZAÇÃO


Arqueólogos que trabalham na área da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, na capital, encontraram fragmentos de restos de cerâmica garrafas irlandesas antigas, pregos de dormentes e uma base de concreto feita de rochas que possivelmente possa ter sido um atracadouro 50 anos atrás. Até agora já foram feitas mais de 400 escavações. O trabalho dos arqueólogos foi terceirizado pela usina de Santo Antônio Energia que tem uma parceria com a prefeitura para revitalizar toda a estrutura da estrada de ferro. Tomara que essa iniciativa realmente dê certo, é lamentável ver um patrimônio Histórico que faz parte da origem de Rondônia ficar abandonado como se fosse entulho.

 

 


FALE COM O GOVERNADOR


Em uma página no Facebook , o governador eleito, Marcos Rocha, já tem quase 30 mil seguidores que postam as mais variadas mensagens ou curtem as ações que vem sendo realizadas pelo Coronel. A maioria delas se refere a sugestões para a nova administração de Rondônia que começa em 01 de janeiro de 2019. Seguindo a linha Jair Bolsonaro, Rocha aposta nas manifestações em redes sociais como forma de interagir e esclarecer dúvidas para a população. O futuro governador está em viagem com a família. Tirou uns dias de férias para recarregar as turbinas e se preparar para o desafio de tornar Rondônia um estado cada vez melhor para se viver e investir.


Quem quiser acompanhar os atos do governador ou enviar mensagens é só clicar no link abaixo.


https://www.facebook.com/pg/celmarcosrocha/photos/?ref=page_internal

 

EDUCAÇÃO 01


Vereador Alex Palitot, Presidente da Comissão de Educação da Câmara de vereadores de Porto Velho, disse que  a situação já passou dos limites e que é hora da justiça agir com rigor. Palitot esclarece que o prefeito tem maioria na câmara o que tem ocasionado uma espécie de silêncio  ou vistas grossas sobre o tema. Diante disso, a impressão que se tem é que os nobres vereadores estão com uma pauta abarrotada de questões graves para serem discutidas já que mais de mil crianças sem aula parecem não ser prioridade. 


EDUCAÇÃO 02


Secretário Municipal de Educação, Cesar Licório, disse que somente a intervenção da justiça pode resolver a questão do transporte escolar. Licório esclarece que vai resolver o problema crônico do transporte com uma nova licitação. Se não der certo, o município vai pedir autorização da câmara para comprar ônibus e embarcações e acabar com a novela transporte escolar. Em função de todas as paralizações que já ocorreram este ano o secretário disse que as aulas atrasadas vão até abril do ano que vem. Em alguns casos será feito turno dobrado para totalizar 800 horas. Com isso, o calendário de 2019 para a zona rural só começará em maio. Cesar Licório garante que não vai haver prejuízo para as crianças. Já houve, meu caro secretário. 


EDUCAÇÃO 03


O Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário . Escolar, Locação e Fretamento do Estado de Rondônia ( SEMTEFRO ) divulgou uma nota esclarecendo que a prefeitura estaria devendo  para as empresas e que ainda não foi feita uma licitação para prestação do serviço. O sindicato diz que o serviço vinha sendo cumprido através de um acordo verbal o que é proibido pela lei de licitações. 


EDUCAÇÃO 04


O promotor Marcelo Oliveira, que vem acompanhando a questão do transporte escolar na Capital,  informou que vai representar na justiça contra os gestores da educação e o prefeito por  improbidade e crime de responsabilidade. Além disso, promete entrar com ações pedindo garantia de reposição do calendário escolar para ainda este ano e uma ação de dano moral coletivo em razão de acordo não cumprido em juízo onde empresas de transporte e prefeitura teriam, cada um, garantido cumprir  um TAC ( Termo de Ajuste de Conduta) onde foi garantido que não haveria paralização e nem falta de pagamento para o transporte. 


EDUCAÇÃO 05


Em redes sociais, pais de alunos da zona rural vem se manifestando e tratando como calamidade a falta de transporte escolar para as crianças. Realmente é uma definição perfeita onde poderia ser acrescentado também incompetência. Essa crise no transporte escolar não começou este ano, se arrasta há bastante tempo e entra governo ,sai governo e o povo como sempre que se dane. 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaaovivo.com

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS