close
logorovivo2

Jean Oliveira rebate matéria que acusa Confúcio Moura de não ter sido parceiro de Alta Floresta D’Oeste

Jean Oliveira classificou de injusta, despropositada e desonesta, a  matéria jornalística veiculada num site de noticias da  Zona da Mata

ASSESSORIA

2 de Maio de 2018 às 17:53

Jean Oliveira rebate matéria que acusa Confúcio Moura de não ter sido parceiro de Alta Floresta D’Oeste

FOTO: (Assessoria)

O deputado Jean Oliveira (MDB)  classificou de injusta, despropositada e desonesta, a  matéria jornalística veiculada num site de noticias da  Zona da Mata onde o ex-governador Confúcio Moura é acusado de abandonar  e fazer promessas e não cumprir com o município de Alta Floresta D’Oeste.

 

"Não é verdade porque até o  último dia do governo Confúcio Moura , dia 06 de abril,  todos os recursos proveniente de emendas parlamentares  de minha autoria que foram liberadas, foram ações vinculada ao governo do estado , foram ações em parceria com o governo do estado", disse o deputado.  

 

“Não seria possível a liberação das emendas se o próprio governador não entendesse a necessidade. Emenda parlamentar por mais que seja uma ação do deputado existe a participação do governo do estado , existe a ação conjunta e o entendimento da necessidade pelo Executivo”, disse Jean Oliveira.

 

Outra coisa, explicou o deputado, existem várias ações que iniciaram as discussões no governo do Confúcio , tramitaram no próprio governo  e continuam tramitando , e que serão concluída no governo do Daniel Pereira.  Portanto são ações que tem o envolvimento do governo Confúcio Moura, por mais que sejam concluídas no governo do Daniel Pereira, existe uma participação do  ex-governador Confúcio Moura.

 

O deputado afirma que não tem como dizer que o ex-governador não é parceiro de Alta Floresta, até porque,  o governo dentro de suas competências,  fez o que era possível para ajudar a prefeitura de Alta Floresta.

 

Quanto a questão da quantidade de massa asfáltica falada na matéria, o deputado discorda dessa  ajuda cobrada pelo município,  uma vez que o Estado contribuiu com muito mais que 4 caçambas de massa asfáltica,  dando um total de 680 toneladas. Basta checar as anotações do DER mostrando quanto saiu da usina com destino a Alta Floresta.   É muito mais do que eles estão falando na matéria.   

 

“Mesmo porque,  operação tapa buraco , massa asfáltica,  não é uma ação do governo do estado,   é uma ação da prefeitura .  O estado não pode fazer de forma total as ações que é de competência da prefeitura”, disse o deputado.  

 

Jean Oliveira disse que  além  desse pensamento de tapar buraco,  o governo,  por meio do ex-governador Confúcio Moura, assumiu o compromisso de 2 milhões  e 800 mil reais para o recapeamento das vias de Alta Floresta. Que é muito mais do que um simples tapa buraco.

 

“É preciso lembrar e registrar a participação e a importância histórica do ex-governador Confúcio Moura em atender o anseio  maior da população de Alta Floresta, de todos os tempos,  que era uma obra de pavimentação asfáltica de 18 km,  que atendeu a estrada  espinha dorsal do município,  que é a  P50. A população de Alta Floresta não esquece que essa obra se deve ao governo do ex-governador Confúcio Moura”, disse Jean Oliveira.

 

“Ainda quanto a estrada P-50,  o ex-governador antes de deixar o cargo,  determinou ao DER que fizesse o projeto de conclusão do asfalto até o distrito de Marcão e mais outros três quilômetros de asfalto que foram projetados e tramitam os projetos dentro do DER”, disse o deputado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS