close

Jean Oliveira é contra criação de mais taxas a insumos do agronegócio no Estado

O pronunciamento do deputado foi em defesa da emenda que apresentou ao Projeto de Lei.

DA REDAÇÃO

21 de Dezembro de 2017 às 08:56

Jean Oliveira é contra criação de mais taxas a insumos do  agronegócio  no Estado

FOTO: (Divulgação)

 O deputado Jean Oliveira é contra o aumento da  criação de novas taxas que irão elevar o custo dos insumos  do agronegócio no Estado,  o  que  acarretará  numa diminuição na já pequena lucratividade.

Jean Oliveira  levou  à tribuna da Assembleia Legislativa, em sessão realizada na semana passada,  a realidade do produtor rural do nosso Estado. O deputado explicou que o volume  da agricultura é muito grande,  mas o que sobra no final, de verdade, em termos de lucro, o que realmente o produtor coloca no bolso,  é muito pouco. “O volume é grande, mas,  o que o produtor coloca no bolso é pequeno”, afirmou o parlamentar.

O pronunciamento do deputado foi em defesa da emenda que apresentou ao  Projeto de Lei do Executivo (idaron)  que altera dispositivo da Lei 1841 de 28 de dezembro 2007 que dispõe sobre produção, comercialização, transportes , armazenamento e uso de agrotóxico e componentes afins e revoga a Lei 1017 de 20 de novembro 2001, que criava mais taxas para importação de  agrotóxicos no Estado de Rondônia.

“Nós aumentando a tributação em cima dos insumos da agricultura,   estamos diminuindo ainda mais a lucratividade do agronegócio , dessa forma, criando mais inviabilidade para o ramo, e para a utilização de agrotóxico no agronegócio, que é importantíssimo e indispensável para uma boa produção”, observou Jean Oliveira. 

O deputado Lazinho, que defendia a aprovação do Projeto de Lei sem a emenda apresentada,   afirmou que o pequeno produtor  não seria afetado por conta que a taxa seria para importação de agrotóxicos,  mas,  o deputado Jean Oliveira afirmou  que todos,  do  pequeno  ao grande seria afetado , uma vez que, não existe fábrica de agrotóxico no Estado de Rondônia.

“Todo agrotóxico que é comercializado no Estado de Rondônia é importado, certamente, as casas que vendem insumos da  agropecuária, de cada município e distrito desse Estado teria um aumento no valor do agrotóxico , o que afetaria sim, tanto o pequeno quanto o grande produtor”, afirmou Jean Oliveira.

O deputado disse ainda que,  respeitando a proporcionalidade do volume de produção  de cada produtor rural, ele seria afetado dentro da sua realidade, porque teríamos o aumento significativo do valor do agrotóxico, insumo indispensável para a produção.

A emenda do deputado Jean Oliveira foi aprovada, e mais uma taxa que seria criada para insumo do agronegócio foi barrada. “A nossa emenda  não prejudica o projeto , só valoriza o nosso produtor . Dando o merecido  apoio ao setor do agronegócio  que é base da economia do Estado”, disse  Jean Oliveira.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS