close
logorovivo2

CURTAS DO ANDREOLI - Nova data para gastar 400 mil dos cofres da capital

Quatrocentos mil reais? O que se pode fazer com este dinheiro?

RONDONIAOVIVO

20 de Março de 2017 às 15:23

CURTAS DO ANDREOLI - Nova data para gastar 400 mil dos cofres da capital

FOTO: (Divulgação)

Eis que uma nova data surge para a festa de momo na capital de Rondônia. Depois de não conseguirem realizar o desfile na época momesca e adiarem para 15 de abril, o carnaval não será mais no sábado de aleluia.

De acordo com Funcultural, uma nova data foi escolhida. A folia de momo será no dia 30 de abril. Isso mesmo leitor, mais um adiamento para atender as escolas de samba de Porto Velho. Vai se jogar mais 15 dias para frente, mas não é para atender você, munícipe.

Somente o valor investido no desfile continua o mesmo, 400 mil reais de recursos oriundos do tesouro municipal.

Vou bater na mesma tecla quando foi adiado pela primeira vez.

Este desfile deve ser cancelado. Ponto. Ultrapassa os limites do bom senso em gerenciar recursos públicos. O convênio não saiu em tempo hábil por única e exclusiva falta de documentos por parte das agremiações e pela falta de planejamento ainda da gestão Nazif.

Por que adiar? Como o dinheiro público estava programado para ser entregue as escolas só no dia 11 de abril, acharam que em apenas quatro dias não conseguem colocar ‘bloco’ na rua. E o que fizeram para mudar situação desde a data oficial? Nada?  Ficaram ‘sentados’ esperando o dinheiro cair do céu. Ou melhor, cair da prefeitura de Porto Velho? Só pode.

Não se pode culpar o Ocampo pela falta de planejamento, pois assumiu em janeiro. Isto vem da época do turco. Mas pode-se jogar bem no meio colo do atual mandatário a insistência em fazer este carnaval ‘fora de época’.

Quatrocentos mil reais? O que se pode fazer com este dinheiro?

Nos postos de saúde falta de dipirona até paracetamol.

Mas vão dizer, é dinheiro da cultura, deve ser gasto no setor. Pois bem, então que programe novos eventos culturais no decorrer do ano e não gaste quase meio milhão de reais num único dia.

Vem aí o Homem de Nazaré, Festivais de Musica, escolas de dança, concurso de fanfarras e por aí vai. Começo a ficar com pulga atrás da orelha com a vontade de querer fazer o carnaval das escolas e seus 400 mil reais.

Para acabar com esta esparrela, o secretario Ocampo podia ser mais duro com este pessoal. Tipo foi comigo no Mercado Cultural. Do “alto do salto alto” que está usando, após um questionamento meu, o Ocampo deu resposta ríspida e as costas na sequencia. Também, um super secretário não precisa dar ouvidos a escriba que vive a questionar.  

Mas pode pelo menos dar ouvido as redes sociais, que a cada enquete realizada sobre assunto, se mostra totalmente contra a realização do desfile das escolas de samba ‘fora de época’. Mas parece que o secretario tem quatrocentos mil motivos para ficar adiando a seu bel prazer.

Mas, quem manda é ele. É o cara. É o secretário culto do Hildon.

E tem mais. O dinheiro não é dele mesmo e se quiser fazer o natal em janeiro e páscoa no dia 7 de setembro ele faz. Ponto.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS