close
logorovivo2

Servidor manda recado duro ao prefeito - Por Valdemir Caldas

Mas, como o prefeito é uma pessoa humilde, segundo disse o vereador Junior Cavalcante (PHS), capaz de reconhecer seus erros (o que é sinal de grandeza a que nem todos estão acostumados), ele certamente retrocederá, selando, assim, a paz com os funcionário

VALDEMIR CALDAS

15 de Fevereiro de 2017 às 14:41

Servidor manda recado duro ao prefeito - Por Valdemir Caldas

FOTO: (Divulgação)

O doutor Hildon Chaves tem até o dia 20 deste mês para enviar um projeto de lei à Câmara Municipal revogando a lei que extinguiu o quinquênio dos servidores do município de Porto Velho se não quiser enfrentar a primeira greve de sua administração em menos de dois meses de mandato.

Foi exatamente isso o que decidiu a categoria, em assembleia geral, realizada na manhã de terça-feira (14). O recado foi curto, grosso e duro.

Mas, como o prefeito é uma pessoa humilde, segundo disse o vereador Junior Cavalcante (PHS), capaz de reconhecer seus erros (o que é sinal de grandeza a que nem todos estão acostumados), ele certamente retrocederá, selando, assim, a paz com os funcionários, que lotaram a galaria da Câmara Municipal, na tarde de segunda-feira (13), para protestarem contra o fim do adicional.

Retrocederá o prefeito ou manter-se-á firme em sua decisão? Reconhecerá que cometeu uma tremenda injustiça com a categoria, ou continuará acreditando nos cálculos superficiais, completamente desassociados da realidade, apresentados por sua assessoria?

O que se espera e o que se quer é que o novo dirigente municipal, cujo mandato nasceu da exigência contra a incúria administrativa, a ausência de seriedade no trato da coisa pública, e pela valorização daqueles que prestam serviços à máquina oficial, é que seja mais cauteloso antes de tomar qualquer iniciativa, principalmente no que se refere aos servidores, não se deixando seduzir por teses acadêmicas e teorias livres, que vão do nada a nenhum lugar, abraçadas por quem se acha sábio e entendido, mas que, na prática, não conhece o terreno onde pisa.

Olho vivo, prefeito! Essa gente acabará arrastando-lhe para as profundezas da impopularidade. No fundo, eles querem colocá-lo (ou melhor, já colocaram) contra aqueles que o senhor prometeu valorizá-los durante a campanha.                        

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS