close

ELEIÇÕES 2016 – Na reta final, candidatos "sobem o tom" em debate na SIC TV

Em um formato dinâmico os candidatos puderam realizar perguntas entre si sobre diferentes temas relacionados a gestão do município de Porto Velho. Participaram do encontro todos os candidatos, Ribamar Araújo (PR), Williames Pimentel (PMDB), Leo Moraes (PT

DA REDAÇÃO

26 de Setembro de 2016 às 00:33

ELEIÇÕES 2016 – Na reta final, candidatos "sobem o tom" em debate na SIC TV

FOTO: (Divulgação)

Neste último domingo (25) os candidatos à prefeitura de Porto Velho se enfrentaram mais uma vez em um debate, dessa vez promovido pela SIC TV, afiliada da Rede Record na capital.

Em um formato dinâmico os candidatos puderam realizar perguntas entre si sobre diferentes temas relacionados a gestão do município de Porto Velho. Participaram do encontro todos os candidatos, Ribamar Araújo (PR), Williames Pimentel (PMDB), Leo Moraes (PTB), Hildon Chaves (PSDB), Mauro Nazif (PSB), Pimenta de Rondônia (PSOL) e Roberto Sobrinho (PT).

Já na reta final para a eleição os candidatos subiram o tom do embate, se confrontando em diversas ocasiões.

Hildon Chaves X Pimentel

Uma denúncia recentemente publicada pela revista VEJA onde aponta o candidato Williames Pimentel como tendo sua campanha financiada por clínicas e entidades hospitalares foi levantada por Hildon Chaves. O candidato ainda afirmou que no período em que foi promotor de justiça o próprio Pimentel era secretário de saúde e o que ele fiscalizou foi uma situação de tragédia na saúde pública em Porto Velho.

Em um tom mais agressivo, Pimentel perguntou para Hildon por qual motivo ele queria ser prefeito de Porto Velho, já que tem uma vida financeira próspera. Hildon rebateu afirmando “fui promotor concursado, passei em quarto lugar, o senhor está há 38 anos mamando nas tetas do estado, sempre sendo indicado por conchavos políticos”, falou.

Sobrinho x Hildon

A saúde pública vem sendo motivo de confrontos nos últimos debates entre o PT e PSDB, o ex-prefeito Roberto Sobrinho acusou Hildon Chaves de sequer conhecer bairros de áreas longincuas da cidade que precisam de posto de saúde “O senhor não respondeu se construiria uma unidade de saúde no bairro Três Marias achando que era pegadinha, quero deixar claro que o bairro Três Marias existe e eu vou entregar a unidade de saúde lá”, falou Sobrinho.

Já Hildon Chaves garantiu que na época em que Sobrinho era prefeito ele presenciou cenários lamentáveis envolvendo a saúde pública em Porto Velho e ainda afirmou “a saúde em Porto Velho está doente”. O candidato ainda disse “conheço um ladrão nos dois primeiros minutos de conversa, tenho pena da comunidade de Porto Velho que tem que ouvir tantas mentiras a legislação deveria ser mais rígida, eu me sinto constrangido debatendo com pessoas como o senhor, o senhor devia estar preso”.

Sobrinho respondeu dizendo “se estou devendo tanto a justiça o que estou fazendo aqui?”.

Estrada de Ferro Madeira Mamoré

Em relação a valorização da cultura o candidato Leo Moraes garantiu que essa será uma das prioridades de seu governo. Segundo ele é necessário acabar com essa transferência de responsabilidade sobre EFMM. “nós vamos fazer diferente a partir de 2017. Vamos capacitar os jovens para serem guias turísticos além de outros trabalhos para revitalizar nossa história”, falou.

Sobre esse tema o candidato PSOL, Pimenta de Rondônia falou que a Madeira Mamoré é uma real oportunidade de valorizar a cultura “eu fui a segunda pessoa a ser proprietária de barco de turismo nessa região, hoje tudo acabou”, falou Pimenta.

Desbarrancamento no rio Madeira

Durante uma discussão sobre um projeto do consorcio Santo Antônio que irá revitalizar a área que compreende a antiga linha de trem da EFMM, o candidato Williames Pimentel afirmou que nesse projeto ficou constatado que não existe mais a possibilidade do trem voltar a funcionar nessa área “esse projeto existe sim, porém é apenas para revitalizar o espaço, pois foi constatado que aquele solo já não suporta mais a trepidação do trem”, disse.

Ribamar Araújo afirmou que o desbarrancamento da margem do rio Madeira precisa ser responsabilizado ao consórcio construtor Santo Antônio “esse desbarrancamento é culpa da construção da usina, eles precisam responder por isso”, falou.

Trânsito

A situação denominada “indústria da multa” foi questionada pelo candidato do PR, Ribamar Araújo, ao tucano Hildon Chaves que disse ver na cidade de Porto Velho uma situação muito incomum “aqui os agentes de trânsito trabalham único e exclusivamente para multar as pessoas, isso precisa acabar, esses profissionais devem auxiliar as pessoas que utilizam as vias públicas”, falou Hildon.

Mobilidade Urbana – Faixa exclusiva para moto

O candidato Williames Pimentel falou sobre o seu projeto de trabalho para desafogar o trânsito da capital e evitar que a comunidade sofra com os acidentes que acontecem constantemente. “precisamos de ciclovias, faixas de pedestres, entre outros trabalhos de acessibilidade”, falou.

Leo Moraes garantiu que na época em que foi vereador trabalhou muito para amenizar esse problema, e foi nesse tempo que descobriu que a cidade de Porto Velho havia perdido mais de R$ 90 milhões por falta de projeto nessa área. “vamos elaborar projetos efetivos, além de criar uma faixa para os motociclistas nas principais vias da capital”, afirmou Leo Moraes.

Leo Moraes X Mauro Nazif

Ao abordarem o tema agricultura, o candidato Leo Moraes “alfinetou” o atual prefeito Mauro Nazif afirmando que a prefeitura a muito tempo vem se omitindo nos apoios aos produtores do município “muitos agricultores me disseram que se a prefeitura não atrapalhasse já seria bom, por esse motivo precisamos de eficiência no fortalecimento à agricultura”, falou Leo Moraes.

Nazif retrucou dizendo “é muito fácil criticar, porém sem realizar uma avaliação da real situação”, o prefeito garantiu que realizou uma série de atividades e investimentos na agricultura da capital rondoniense e disse que esse trabalho deve ser ampliado.

Leo afirmou que os deputados estaduais e federais não confiam em trazer recursos para a prefeitura de Porto Velho, uma vez que esses recursos não são bem aplicados pela atual gestão da capital rondoniense. “o senhor não conhece nem a cidade que administra, demagogia não resolve a vida da população, o senhor nãob    consegue nem firmar convênios com o governo federal por falta de competência em sua gestão” falou Leo à Nazif.

Guarda Municipal

A implantação de uma guarda municipal em Porto Velho é uma bandeira defendida por quase todos os candidatos à prefeitura. Entre os candidatos o único que se declarou publicamente contra esse projeto foi o ex-prefeito Roberto Sobrinho.

Desburocratização

O peemedebista Williames Pimentel disse que é necessário criar alternativas que acabem com a burocracia nos departamentos públicos e serviços disponibilizados aos cidadãos. Segundo o candidato é necessário meios eletrônicos e até melhorar na qualidade estrutural de órgãos públicos “temos que focar na modernidade e até higienizar alguns ambientes públicos”, falou.

Plateia

Como é de tradição o púbico presente no debate era composto por assessores e autoridades públicas, entre eles a deputada federal Mariana Carvalho (PSDB), o também deputado federal Lindomar Garçom (PMDB), o vice-governador de Rondônia Daniel Pereira (PSB) e o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Maurão de Carvalho (PMDB).

Os candidatos que passarem para o segundo turno se encontram no mesmo estúdio no próximo dia 23 de outubro.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS