close
logorovivo2

ELEIÇÕES 2012 - Totalização em tempo recorde no segundo turno

ELEIÇÕES 2012 - Totalização em tempo recorde no segundo turno

DA REDAÇÃO

29 de Outubro de 2012 às 11:24

ELEIÇÕES 2012 - Totalização em tempo recorde no segundo turno

FOTO: (Divulgação)

O segundo turno foi marcado pela tranqüilidade nas escolas e a apuração mais rápida já realizada na Capital. As poucas filas encontradas em algumas seções eleitorais foram rapidamente dissolvidas no período da manhã.
Às 18h18min, 100% das urnas estavam totalizadas, o que deixou o TRE-RO no segundo lugar nacional em tempo de apuração.
Resultado
Com 63,03% dos votos válidos o candidato Mauro Nazif foi eleito Prefeito de Porto Velho. Dr. Mauro e seu vice, Dalton Di Franco, receberam 142.937 votos.
O segundo colocado, Lindomar Garçon, recebeu 83.828 votos, número que representa 36,97% dos votos válidos.
Abstenção, votos brancos e nulos
O comparecimento do eleitorado às urnas neste segundo turno foi de 86,13%, o que equivale a 239.803 eleitores. Já a taxa de abstenção foi de 13,87%, que representa 38.607 cidadãos.
Dos 239.803 eleitores que compareceram às urnas 13.038 votaram em branco ou nulo, número que representa 5,44% dos votantes.
Comparando os números obtidos do primeiro turno com o segundo nota-se um pequeno aumento no índice de abstenção, 10,67% x 13,87%. Entretanto verifica-se que o número de votos em branco e nulo caiu de 6,31% no primeiro turno para 5,44% no segundo.
Urnas eletrônicas
Das 867 urnas eletrônicas utilizadas nas seções apenas 8 necessitaram ser trocadas. As substituições se deram por motivos simples, como o travamento do relógio interno da urna, ou pelo rompimento do cabo de alimentação da máquina.
Em todos os casos, detectado o problema de hardware a equipe do TRE agiu rapidamente para efetuar a troca dos equipamentos danificados, possibilitando a continuidade da votação.
Justificativa
Os 38.607 eleitores de Porto Velho que não compareceram às urnas durante o segundo turno e não justificaram sua ausência no domingo terão sessenta dias para fazê-lo.
O eleitor que não comparecer ou não justificar a ausência dentro de sessenta dias após o pleito fica impossibilitado de prestar concurso público, inscrever-se ou renovar matrícula em instituição de ensino superior, tirar passaporte, entre outras implicações.
Atendimento médico
Muitos eleitores aproveitaram o dia de votação para cuidar da saúde através do atendimento oferecido nos locais de votação através da parceria Justiça Eleitoral e faculdades FIMCA, São Lucas e UNIRON.
Cerca de duzentos acadêmicos e professores dos Cursos de Biomedicina, Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição e Odontologia trabalharam durante o domingo em aproximadamente 50 locais de votação.
Falta de energia
O fato mais relevante ocorreu no Distrito de Santa Catarina, no baixo- madeira. No fim da tarde de sábado (27/10) um transformador explodiu deixando toda a comunidade sem energia elétrica.
Ao tomar ciência da situação o Gabinete de Gerenciamento de Crises do TRE-RO acionou a diretoria da Eletrobrás para solucionar o problema. Uma equipe da Eletrobrás deslocou-se para o local, ainda no sábado, para tentar contornar a questão.
A solução encontrada pela agência foi alugar um grupo gerador e proporcionar energia para a escola Castro Alves, colégio que atende toda a comunidade. Desta forma a votação seguiu normalmente em Santa Catarina.
Na área urbana de Porto Velho algumas escolas ficaram sem energia já no fim da tarde de domingo, contudo o fato não prejudicou os trabalhos uma vez que a urna eletrônica possui grande autonomia em razão de sua bateria interna.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS