close
logorovivo2

ELEIÇÕES 2012 - Mario Português visita setor chacareiro de Porto Velho

Mario Português visita setor chacareiro de Porto Velho

DA REDAÇÃO

8 de Agosto de 2012 às 10:11

ELEIÇÕES 2012 - Mario Português visita setor chacareiro de Porto Velho

FOTO: (Divulgação)

O candidato a prefeito de Porto Velho, Mario Português (PPS), passou o domingo em contato com produtores rurais. O primeiro compromisso foi na comunidade Terra Santa, situada na estrada da Penal, cerca de 15 quilômetros do centro da capital.
Antes da reunião, Mario fez questão de percorrer toda a extensão da comunidade para vivenciar a realidade dos moradores. Encontrou um cenário de abandono, estradas empoeiradas ,pastos secos, aéreas verdes devastadas pelas queimadas e nenhuma produção nas propriedades visitadas.
Ao chegar na reunião, Mario foi recebido com festa. O primeiro abraço recebido foi do agricultor Raimundo do Carmo e veio acompanhado de um simples pedido: “Seu Mario precisamos de ajuda. Nossa terra está improdutiva e não recebemos nenhuma ajuda nem orientação”.
A reunião aconteceu ao ar livre, no pátio de uma casa simples, recém construída, mas não terminada. Os presentes se reuniram a sombra, embaixo de um grande bambuzal, para ouvir as propostas de mudança.
Mario Português falou sobre sua experiência em administração, mas destacou o profundo conhecimento em agropecuária. Contou que trabalhou da roça durante quase toda a infância e adolescência. Em Rondônia começou a trabalha com lavoura em 1977, conhece como poucos as necessidades da terra. “Sei, por exemplo, que essa região é muito ácida, a terra deve ser corrigida para produzir. Precisa de calcário, adubo e o mais importante, precisa de assistência técnica para orientar quem produz”.
Após os aplausos Mario continuou a conversar com os moradores. Destacou que o maior município do estado é o que menos produz. Mostrou indignação com o fato de comprarmos de outros estados produtos como repolho, alface e até banana. Completou dizendo que a capital possui total condição de produzir leite, mas não conta com laticínios.
Durante a conversa Mario pediu ao produtor Raimundo, citado no início desta reportagem, que se colocasse de pé e repetisse o apelo para que todos ouvissem, prontamente o
morador atendeu.
Raimundo do Carmo tem mais de 50 anos. O chapéu de tecido é para tentar esconder o rosto do forte sol. O simpático produtor vive em Porto Velho desde garoto. Para sobreviver já trabalhou em muitas profissões, de vendedor a pedreiro. Nos últimos quatro anos deposita as esperanças de vida melhor na pequena propriedade na comunidade Terra Santa.
A voz de Raimundo na reunião representou as 390 famílias que moram na região. Em pé ele contou as dificuldades diárias dos moradores. Falou da falta de condição de acesso de poeira ou lama, conforme as condições climáticas. Contou que recentemente capotou seu veículo, conseqüência da ausência de manutenção nas estradas. Relatou a dificuldade de transporte, na comunidade não há linhas de ônibus. Pediu atenção especial à saúde e educação, na localidade não há postos nem escolas.
Com lágrimas nos olhos disse emocionado: “Fiquei muito feliz quando soube que o senhor é candidato. Conheço sua história de vida, sei que o senhor vai trabalhar pela cidade igual trabalhou em suas empresas. Estou acreditando que nossa vida agora pode melhorar”.
Mario agradeceu a confiança dos moradores e confirmou as palavras do morador. “Só quero que vocês acreditem que eu vou mudar Porto Velho. A esperança chegou, trago essa mensagem com muito respeito, mas com convicção e vou dar minha vida para mudar nossa cidade”.
Mario Português afirmou aos moradores que vai estudar com muita determinação uma maneira simples e eficiente para solucionar os problemas. Adiantou que pretende fazer da região uma das mais produtivas para o município. “É possível fazer com correção do solo, com orientação de técnico. Estamos numa aérea próxima a cidade, isso facilita o transporte da produção. Vamos abastecer nossa capital com alimentos produzidos aqui. Gera emprego, gera renda, o produtor ganha e o município também”.
Os rostos tristes, sofridos e até desconfiados dos moradores, deram lugar ao brilho no olhar e sorrisos de esperança. Ao final da reunião todos queriam abraçar e conversar com Mario Português, contribuir com idéias, sugestões e reivindicações ao projeto de mudança e ao sonho de construir um vida melhor num futuro próximo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS