close
logorovivo2

Em visita ao TCE, Mangabeira aborda controle e melhoria da estrutura do Estado

Em visita ao TCE, Mangabeira aborda controle e melhoria da estrutura do Estado

DA REDAÇÃO

11 de Julho de 2012 às 14:34

Em visita ao TCE, Mangabeira aborda controle e melhoria da estrutura do Estado

FOTO: (Divulgação)

Em reunião nesta quarta-feira (11), na sede do Tribunal de Contas, com membros do TCE e do Ministério Público de Contas (MPC), o consultor do Estado para assuntos ligados ao desenvolvimento sustentável, Roberto Mangabeira Unger, debateu soluções para a melhoria da gestão pública rondoniense, com foco em questões de cunho técnico-administrativo.
Assim como havia feito na primeira visita ao TCE, há pouco mais de um mês, Mangabeira Unger expôs e ouviu situações e condições para que Rondônia consiga superar o atual estágio de precariedade de seu aparato gerencial.  
Entre as propostas apresentadas, foi citada a contratação, ainda que de forma provisória e observando todos os princípios constitucionais, de gestores especializados em administração pública, visando formar um núcleo de excelência dentro do Governo do Estado, cuja missão seria a de repassar sua expertise e irradiar conhecimento à toda a máquina estatal rondoniense.
Outra situação apresentada pelo consultor, motivo também de observações dos conselheiros, auditores e procuradores de Contas, foi o fortalecimento do controle interno estadual, visando construir, em um trabalho de parceria com o Tribunal de Contas, um repertório de melhores práticas administrativas.
Nesse sentido, o presidente do TCE, conselheiro José Euler Potyguara Pereira de Mello, falou da necessidade de o Executivo estadual atrair para Rondônia novos talentos, através da contratação, via concurso, de técnicos não só para a Controladoria, mas também para outros setores que têm carência desses profissionais.
O conselheiro presidente ainda disse que o Tribunal está disposto a contribuir, dentro de sua área de atuação e competência, com a pretensão do Estado em melhorar sua estrutura administrativa. Dentro desse contexto, José Euler citou a Escola Superior de Contas, braço do TCE que atua na capacitação e no aperfeiçoamento técnico-profissional dos servidores estaduais e municipais.
Por fim, Mangabeira afirmou que Rondônia, a despeito do estágio atual de desenvolvimento, pode, com a participação de todos os órgãos e poderes que compõem sua estrutura, dar um salto considerável, tornando-se um estado de vanguarda dentro da federação. “Embora nosso cenário seja marcado pela precariedade em diversas áreas, paradoxalmente há mais facilidades, bastando, para isso, termos audácia administrativa.”
 
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS