close
logorovivo2

No fio da navalha

POR VALDEMIR CALDAS

11 de Dezembro de 2018 às 14:05

Quando é a vereadora Ellis Regina que vai à tribuna da Câmara Municipal de Porto Velho e desce o relho no lombo do prefeito Hildon Chaves todo mundo acha normal. Afinal, Ellis é oposição à administração tucana e, nessa condição, apenas está desempenhando o seu papel. Aliás, ela tem sido uma pedra no sapato do prefeito e de seus secretários, uma adversária implacável, do tipo que não dá um minuto de trégua.

 

Agora, quando é o vereador Alan Queiroz que sobe à tribuna e reclama da administração Hildon Chaves, muita gente estranha. Afinal, Alan é aliado do prefeito. Ambos são do mesmo partido, o PSDB. Além disso, Alan é o líder do prefeito, na Câmara, uma espécie de porta-voz do dirigente municipal, o homem que faz a ponte entre Executivo e Legislativo, sobretudo no que diz respeito à tramitação de projetos do governo.

 

Não sem motivo, o discurso de Alan, não Sessão Ordinária de segunda-feira 11, deixou muita gente com uma pulga atrás da orelha. Para Alan, apesar de o doutor Hildon Chaves ser uma pessoa moralmente inatacável, a impressão que se tem é que ele ainda não se deu conta de que é o prefeito de Porto Velho, passando a impressão de que a ficha não caiu, o que pode ser visto na inércia de alguns setores da administração diante das demandas reclamadas pela sociedade. E o pior é que o prefeito não se mexe, não faz nada para mudar esse quadro medonho, comportando-se como se nada tivesse acontecendo.

 

Particularmente, não vi nenhum exagero nas palavras de Alan. Ele apenas reproduz a insatisfação da população com a administração de seu colega, nos quatro cantos da cidade, como revela uma pesquisa, realizada pelo Instituto Phoenix (e divulgada no jornal eletrônico Rondoniaovivo), com 911 pessoas, nos dias dois e cinco deste mês, das quais 32,1% consideram ruim o governo do tucano, que está no fio da navalha.

 

 

 

 

MAIS COLUNAS

Valdemir Caldas

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS