close

ROUBADO: Bando com Pálio usado em vários crimes é preso com arma de fogo

A quadrilha começou a ser desarticulada quando os policiais militares do 5° Batalhão foram acionados até o condomínio Cidade de Todos III, na zona Leste

RONDONIAOVIVO

7 de Janeiro de 2020 às 08:17

ROUBADO: Bando com Pálio usado em vários crimes é preso com arma de fogo

FOTO: (Divulgação)

O bando identificado como Ailton C. S. F., 23, Itamar A. C., 32, Josemar A. C., 49,  e João Paulo S. S., 32, foi preso madrugada desta terça-feira (07) por receptação de automóvel roubado e porte ilegal de arma de fogo durante uma ação de policiais militares do 5° e 9° Batalhão de Porto Velho (RO).

 

A quadrilha começou a ser desarticulada quando os policiais militares do 5° Batalhão foram acionados até o condomínio Cidade de Todos III, na zona Leste.

 

No local estava detido Itamar suspeito de ter furtado na madrugada do dia anterior ferramentas usadas na instalação de câmeras de monitoramento. Ele negou o crime para a polícia e o material furtado não foi localizado.

 

Todavia, os militares receberam informações de que na noite anterior ele tinha sido visto com um carro modelo Pálio de cor prata, produto de roubo.

 

Itamar foi questionado e levou os policiais até uma chácara na Estrada da Areia Branca, Linha Quixadá, na zona Sul da capital.

 

Na residência foi encontrado o carro e também uma arma de fogo de fabricação caseira. Nisso, os outros três suspeitos que estavam na residência foram detidos. 

 

Vários documentos de veículos foram apreendidos na residência e a polícia verificou que a intenção do bando era clonar o carro colocando outra placa e remarcando o chassi. 

 

Ainda segundo a polícia, o veículo Pálio foi roubado recentemente e após isso estava sendo usado em assaltos na cidade e até em uma tentativa de homicídio na Rua 12 de Dezembro, bairro Caladinho. Os presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS