close

ATAQUE A TIROS: Gerente baleado em empresa era ameaçado de morte por ex-funcionário

O suspeito atualmente trabalha em uma empresa ao lado

RONDONIAOVIVO

1 de Novembro de 2019 às 08:30

ATAQUE A TIROS: Gerente baleado em empresa era ameaçado de morte por ex-funcionário

FOTO: (Rondoniaovivo)

Após a dupla tentativa de homicídio ocorrida na tarde de quinta-feira (31) em uma empresa distribuidora de molas na Rua da Beira, bairro Floresta, na zona Sul de Porto Velho (RO), policiais militares foram informados pelo gerente da loja, Marcos de Jesus Andrade, 43, uma das vítimas, que ele estava sendo ameaçado de morte por um ex-funcionário.

 

O suspeito atualmente trabalha em uma empresa ao lado. Segundo Marcos, nos últimos dias após receber uma intimação para esclarecer na Justiça sobre as ameaças, o ex-funcionário teria utilizado as redes sociais para dizer ao gerente que os parceiros dele iriam o matar.

 

VEJA MAIS

 

VIOLÊNCIA: Duas pessoas são baleadas dentro de empresa na capital

 

DUPLO ATENTADO: Identificados gerente e funcionário de empresa atacados a tiros

 

O suspeito de ser o mandante do crime não foi encontrado pela Polícia Militar e a Polícia Civil segue nas investigações.


O crime


Dois bandidos chegaram em uma motocicleta Honda Fan de cor preta, pela contramão da Rua da Beira, haja vista que do outro lado ocorria uma blitz da Polícia Rodoviária Federal.

 

O gerente da empresa, Marcos, contou que viu a dupla descendo da moto e passando pela porta. Marcos que estava no balcão de atendimento foi até a porta verificar e se deparou com um dos criminosos tirando uma pistola de dentro de uma mochila. A vítima disse que entrou em luta corporal com ele e conseguiu segurar a pistola, mas o outro bandido com outra arma atirou nas costas do gerente. O funcionário da empresa, Francisco Lira Lima, 25, foi baleado no tórax ao tentar ajudar o gerente.

 

Em seguida, a dupla fugiu deixando para trás um capacete e a mochila usada para transportar as armas. Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal foi a primeira a chegar no local, haja vista que realizava uma barreira a cerca de 500 metros.

 

As vítimas foram socorridas em veículos da empresa e levadas para o hospital João Paulo II. O estado de saúde mai grave é o do funcionário Francisco Lira. Já Marcos ficou com a bala alojada no ombro direito e permanecia consciente.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS