close

ROUBO DE OURO: Criminoso morto pela PM ostentava nas redes sociais

Em um dos vídeos, ele afirma que está em uma casa noturna badalada de Porto Velho e convida os amigos, dizendo que tudo vai ser pago por ele

RONDONIAOVIVO

26 de Outubro de 2019 às 08:24

ROUBO DE OURO: Criminoso morto pela PM ostentava nas redes sociais

FOTO: (Divulgação)

Emir Junior Prata Vargas, 29, morto em confronto com a polícia na noite de sexta-feira (25) na região de uma mata na cabeceira de pouso do Aeroclube de Porto Velho, na zona Sul, trabalhava em uma auto elétrica na região Central da capital e era acostumado a divulgar fotos e vídeos ostentando dinheiro nas redes sociais.

 

Em um dos vídeos, Emir afirma que está em uma casa noturna badalada de Porto Velho e convida os amigos, dizendo que tudo vai ser pago por ele. "Juninho" como era conhecido o criminoso, portava um fuzil AK47 e durante troca de tiros com a PM foi morto com um tiro no rosto.

 

 

Os comparsas dele, Felipe A. M., 28, e Fábio R. F., 33, foram presos e levados para a Central de Flagrantes. Felipe antes teve que ser medicado por ter sido alvejado no pé em meio ao confronto com a polícia.

 

VEJA MAIS

 

CARGA DE OURO: Bandido com fuzil morre após trocar tiros com a PM em pista de pouso

 

CONFRONTO E MORTE: Bandidos com fardas da PF e PC iam roubar avião com 30 quilos de ouro

 

Além do fuzil, os policiais apreenderam duas pistolas calibre 380, uma bereta de calibre 22, duas camisas da Polícia Federal, uma da Polícia Civil, toucas balaclavas, braçadeiras de plástico e um rádio transmissor.

 

Os dois presos disseram que estavam desde às 6h da manhã na mata e pretendiam roubar uma carga de ouro clandestino, pois tinham informações que chegaria no Aeroclube em um avião de pequeno porte.

ROUBO DE OURO: Criminoso morto pela PM ostentava nas redes sociais
ROUBO DE OURO: Criminoso morto pela PM ostentava nas redes sociais
ROUBO DE OURO: Criminoso morto pela PM ostentava nas redes sociais
ROUBO DE OURO: Criminoso morto pela PM ostentava nas redes sociais
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS