close

"171 EM SÉRIE": Golpista é preso mais uma vez por estelionato na capital

Agindo sempre quase que da mesma forma com depósitos em envelopes vazios e transferências bancárias falsas, o criminoso enganou os motoristas de aplicativo

RONDONIAOVIVO

11 de Setembro de 2019 às 08:13

"171 EM SÉRIE": Golpista é preso mais uma vez por estelionato na capital

FOTO: (Divulgação)

Com uma ficha extensa por crimes de estelionato em Rondônia, um golpista de 20 anos foi preso mais uma vez após enganar ao menos dois motoristas de aplicativo. A prisão aconteceu no início da noite de terça-feira (10) na Avenida Mamoré com Rua Antônio Vivaldi, bairro Aponiã, em Porto Velho (RO).

 

Agindo sempre quase que da mesma forma com depósitos em envelopes vazios e transferências bancárias falsas, o criminoso enganou os motoristas de aplicativo.

 

Ele contraía uma dívida de várias corridas com os trabalhadores e no final pedia um número de conta para fazer o depósito ou transferência, o que nunca ocorria era a compensação na conta das vítimas.

 

Ele chegou inclusive a receber o valor de R$ 700,00 para interar e pagar o valor de R$ 1.500,00 da parcela do veículo do motorista de aplicativo. O que ocorreu foi que ele não pagou, devolveu o  boleto com um comprovante de pagamento falso e ficou com os R$ 700,00.

 

Quando foi descoberto, o bandido tentou correr, porém, caiu ao chão e foi detido. O criminoso só não foi linchado porque a PM chegou rápido e o levou para a Central de Flagrantes. 

 

Segundo a polícia, nos últimos dias ele havia sido preso por dar golpe em dois hotéis e em uma garota de programa, na capital. O criminoso também já foi preso por estelionato na compra de uma casa no valor de R$ 90 mil no município de Vilhena, além de outros golpes que aplicou no interior do Estado.

 

Apesar de todos os crimes, ele teria ficado preso somente 13 dias e depois conseguiu na Justiça sua liberdade.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS