close

ASSISTA: Testemunha diz que PM agrediu motorista de aplicativo em frente ao CPA

Em entrevista para o repórter William Ferreira, uma das testemunhas, Emanoel Victor, contou que o amigo de profissão estava somente deixando uma passageira no local, por este motivo se encontrava em fila dupla, mas que já estaria saindo

RONDONIAOVIVO

7 de Agosto de 2019 às 11:16

Um grupo de motoristas de aplicativo se reuniu na frente da Central de Polícia, em Porto Velho (RO) para protestar contra a prisão de um companheiro de profissão na manhã desta quarta-feira (07).

 

A prisão do motorista de aplicativo aconteceu na frente do Centro Político Administrativo (CPA) na região Central.

 

VEJA MAIS

 

 

Em entrevista para o repórter William Ferreira, uma das testemunhas, Emanoel Victor, contou que o amigo de profissão estava somente deixando uma passageira no local, por este motivo se encontrava em fila dupla, mas que já estaria saindo.

 

Segundo a testemunha, um dos policiais muito alterado teria mandado o motorista de aplicativo descer do carro para multá-lo.

 

Neste momento, teve início a uma acirrada discussão. Ainda conforme a testemunha, o policial teria aplicado um golpe conhecido como mata-leão no trabalhador e os dois caíram ao chão.

 

Em meio a confusão, o motorista de aplicativo e dois militares se lesionaram e foram medicados na policlínica Ana Adelaide.

 

Posteriormente, o motorista de aplicativo foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS