close

"NA PENAL": Mulher diz que matou homem a marteladas para não ser estuprada

O corpo do homem foi encontrado em cima de uma cama com a cabeça desfigurada

RONDONIAOVIVO

18 de Janeiro de 2019 às 10:07

"NA PENAL": Mulher diz que matou homem a marteladas para não ser estuprada

FOTO: (Richard Nunes/Rondoniaovivo)

Na manhã desta sexta-feira (18), Liliane Andresa S. L., 25, se apresentou na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) e confessou ter matado a golpes de facão, Edvan Soares dos Santos, 38, vulgo "Piolho", no último dia 06 em uma residência localizada na Estrada da Penal, altura do quilômetro 58, região de Nova Aliança, comunidade Bom Será, zona rural de Porto Velho.

 


 
A jovem, acompanhada de um advogado disse que matou o homem a golpes de facão e martelo após ele arrastá-la para a residência depois de uma bebedeira em um bar da região. Liliane disse que já tinha recusado fazer um programa sexual com Edvan por ele estar embriagado.

 

 O corpo de Edvan foi encontrado em cima de uma cama com a cabeça desfigurada. A polícia não acredita que a mulher tenha agido sozinho no crime e segue nas investigações. A princípio, Liliane responderá o crime em liberdade.

 

 

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS