close

MOTO ROUBADA: Mulher é presa ao tentar resgatar bandido envolvido em latrocínio na casa de policial

Na ocasião, três pessoas foram baleadas, sendo que uma morreu no local.

RONDONIAOVIVO

5 de Janeiro de 2019 às 08:31

MOTO ROUBADA: Mulher é presa ao tentar resgatar bandido envolvido em latrocínio na casa de policial

FOTO: (Richard Nunes/Rondoniaovivo)

Mariana U. S., 19, foi presa no final da noite de sexta-feira (04) com uma motocicleta roubada após tentar resgatar um dos bandidos que teria participado da tentativa de roubo na residência de um policial civil. Na ocasião, três pessoas foram baleadas, sendo que uma morreu no local.

 

VEJA MAIS:

 

A suspeita foi presa na Avenida Raimundo Cantuária, bairro Jardim Santana, na zona Leste de Porto Velho. No local, policiais militares estavam com um carro modelo Uno de cor branca que foi usado na tentativa de roubo na residência do policial civil, localizada na Rua Antônio Violão, bairro Escola de Polícia.

 

Ao perceber as equipes da PM, a suspeita que estava em uma motocicleta Honda Titan (OHU - 0196) ficou muito nervosa e tentou mudar de trajeto. Porém, ela foi abordada e logo constatado que a moto era roubada. A suspeita confessou que tinha recebido uma ligação para resgatar uma pessoa que estava fugindo da polícia.

 

Todavia, logo depois tentou mudar a versão dizendo que estava apenas indo deixar a moto em um lugar escuro e outra pessoa ia buscar, sendo que pelo serviço ganharia R$ 1.000,00. A suspeita disse que morava no condomínio Orgulho do Madeira, mas não levou os policiais até o local. 

 

Mariana chegou a dizer que no momento estaria morando de favor na casa de um indivíduo conhecido como Coroa, na Avenida Amador dos Reis. Porém, ela também não levou os militares até o endereço.

 

A suspeita foi encaminhada à Central de Flagrantes pelo crime de receptação de motocicleta roubada. Na delegacia ainda foi encontrada uma porção de droga escondida nas vestes dela.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS