close

OPERAÇÃO DA PF: Grupo criminoso que atuava em segurança agia também em Vilhena

Ação da “PERICULUM” cumpre mandados expedidos por juiz federal de Vilhena

FOLHA DO SUL

18 de Dezembro de 2018 às 09:19

OPERAÇÃO DA PF: Grupo criminoso que atuava em segurança agia também em Vilhena

FOTO: (Divulgação)

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, 18, a Operação “PERICULUM”, para combater empresas clandestinas de segurança privada no Estado do Mato Grosso.


Policiais Federais estão cumprindo 14 mandados judiciais nas cidades Araputanga/MT, Pontes e Lacerda/MT e Várzea Grande/MT, sendo 03 de prisão temporária, 07 de busca e apreensão e 04 de suspensão das atividades de natureza econômica das empresas, expedidos pelo Juiz Federal da Subseção Judiciária de Vilhena.



Durante as investigações relacionadas à Operação “PERICULUM”, a Polícia Federal de Vilhena identificou um grupo criminoso que utilizava o nome de uma empresa legal de segurança privada de São Paulo, como se fossem representantes da referida companhia, fraudando documentos e apresentando aos órgãos fiscalizadores, que, neste caso, seria a própria Polícia Federal. Conforme apurado, o grupo criminoso realizou a segurança privada ilegal em diversos eventos na cidade de Vilhena.
 

Ao longo das investigações, foi apurado que as quatro empresas dos investigados encontram-se em situação de clandestinidade por ausência de registro perante a Polícia Federal, pondo em risco a integridade física e patrimonial dos contratantes e do público em geral, visto que os profissionais contratados não possuem nenhum tipo de treinamento.
 

Os presos, após serem ouvidos nos locais, serão encaminhados para os respectivos presídios e responderão, perante a Justiça Federal, pelos crimes de associação criminosa, falsificação de documento particular e uso de documento falso.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS