close

ILEGAL: Policial militar do MS é preso em RO comercializando munições

O suspeito logo se identificou como policial reformado e disse que os militares poderiam levar todas as munições, mas que liberassem ele.

DA REDAÇÃO

22 de Março de 2018 às 07:42

ILEGAL: Policial militar do MS é preso em RO comercializando munições

FOTO: (Rondoniaovivo)

O policial militar reformado do Estado do Mato Grosso do Sul, identificado como Aparecido Quintino Alves, 64, foi preso pelo crime de comércio ilegal de munições na noite de quarta-feira (21), no distrito de União Bandeirantes, cerca de 160 quilômetros de Porto  Velho. Dezenas de munições foram apreendidas.

 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, uma guarnição da PM realizava patrulhamento, quando viu um homem saindo da casa do policial. Ao perceber a aproximação da polícia, o homem correu para o mato e deixou para trás um pacote com 23 munições de calibre 22. Como a mata era muito extensa, não foi possível prendê-lo. Todavia, os militares foram até a casa de Aparecido, que abriu a porta. Logo a equipe policial encontrou uma prateleira com uma espécie de reserva de munições, inclusive bem organizada com caderno de anotações sobre a contabilidade das vendas.

 

O suspeito logo se identificou como policial reformado e disse que os militares poderiam levar todas as munições, mas que liberassem ele. Porém, Aparecido recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

ILEGAL: Policial militar do MS é preso em RO comercializando munições
ILEGAL: Policial militar do MS é preso em RO comercializando munições
ILEGAL: Policial militar do MS é preso em RO comercializando munições
ILEGAL: Policial militar do MS é preso em RO comercializando munições
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS