close
logorovivo2

Trio é preso com duas armas após tentar matar PM

A vítima trata-se de um policial militar do 5° Batalhão que estava conversando com um amigo, quando observou a chegada de um elemento ocupando uma motocicleta Honda Biz vermelha

DA REDAÇÃO

19 de Setembro de 2017 às 08:44

Trio é preso com duas armas após tentar matar PM

FOTO: (Divulgação)

O crime aconteceu no início da noite de segunda-feira (18), no cruzamento da  Rua Mário Andreazza com Antônio Fraga Moreira, bairro JK I, zona Leste de Porto Velho. A vítima, um policial militar do 5° Batalhão, estava conversando com um amigo, quando observou a chegada do suspeito ocupando uma motocicleta Honda Biz vermelha, e ao fazer pesquisa na placa constatou ser roubada.

Ele ligou para o 190 para informar o caso, mas não conseguiu e mandou mensagens via WhatsApp nos grupos pedindo apoio de guarnições de serviço. Como o suspeito montou na moto e saiu, o policial resolveu agir dando ordem de parada e se identificou.

O suspeito obedeceu e disse que estava armado com uma pistola. O policial fez uma revista minuciosa e foi localizada a arma. Questionado sobre a moto, ele disse que era roubada e tinha pego emprestada de um homem no residencial Orgulho do Madeira. Logo, o policial recebeu informações de que havia um carro modelo Fox de cor escura dando apoio ao suspeito e que o carro estaria próximo à escola São Luiz.

O PM novamente pediu apoio pelo 190 e rapidamente, os policiais de serviço se deslocaram para o local. Porém, já chegando, acabaram se deparando com o PM trocando tiros com o trio que empreendeu fuga, praticando direção perigosa por várias ruas da região e seguiu sentido residencial. Os suspeitos pararam o carro e tentaram fugir a pé, porém, foram abordados e um revólver calibre 38 em posse de um dos envolvidos.

Questionados sobre o porque de irem ao local onde estava o PM, disseram que nem sabiam que ele estava lá e iriam cometer  roubo em um supermercado.

Para os policiais, eles iam matar a vítima, uma vez que este mesmo policial já trabalhou na patrulha do Orgulho do Madeira e efetuou várias prisões no local. Diante dos fatos, o trio foi conduzido para Central de Flagrantes e identificado como Luiz Henrique G. P., 19, Dion Cleber S. C., 26, e um adolescente de 17 anos. Em pesquisa nominal foi descoberto que havia um mandado de prisão em desfavor do suspeito Dion Cleber.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS