close
logorovivo2

Homem furta nove refrigeradores de associação comunitária, maquinário é fruto de emenda parlamentar

Homem furta nove refrigeradores de associação comunitária, maquinário é fruto de emenda parlamentar

DA REDAÇÃO

30 de Maio de 2011 às 14:57

Homem furta nove refrigeradores de associação comunitária, maquinário é fruto de emenda parlamentar

FOTO: (Divulgação)

Após pouco mais de um mês de investigação, policiais do 8ª delegacia de polícia de Porto Velho, desvendaram o acusado de furto de nove “freezer” das dependências da associação comunitária Amigos da Amazônia, localizada no bairro JK I, zona Leste da capital.
De acordo com o delegado Moacir Figueiredo, o acusado foi identificado pelo nome de Antônio Paulino da Silva, 41 anos, que compareceu na delegacia e confessou o crime, além de passar a localização de todos os refrigeradores que haviam sido furtados das dependências da associação.
Os refrigeradores haviam sido doados a entidade comunitária através de um convênio com o Governo do Estado de Rondônia. Segundo informações de pessoas ligadas a associação, o acusado Antônio Paulino era colaborador da entidade.
O caso começou a ser investigado após um pedreiro ter sido delatado por populares após comprar o refrigerador da “Associação” pela quantia de R$ 800,00, pagando parcelado com o valor de 100 reais por semana para o acusado. 
O delegado Moacir Figueiredo afirmou que o inquérito já está praticamente concluído
A associação trabalha na produção de leite de soja, e pelo que a equipe de reportagem do Rondoniavivo pode constatar no local é que existe um grande numero de maquinários parados, inclusive outros refrigeradores que sequer foram utilizados. Os equipamentos seriam fruto de uma emenda parlamentar da Assembléia Legislativa de Rondônia.
O delegado de polícia, Dr. Moacir Figueiredo afirmou que o inquérito já está praticamente concluído e o acusado ficará a disposição do poder judiciário.
 
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS