close
logorovivo2

CONTROVÉRSIA - Jornal afirma que Mirian Saldaña fugiu do local de acidente após atropelar motociclista

Rapidamente, a casa militar da prefeitura foi acionada, com a presença de um coronel e vários PMs, mesmo sendo uma área de jurisdição da Polícia Rodoviária Federal. Fica a controvérsia. Quem estava realmente dirigindo. Mirian Saldanã como aponta o ROTOTA

DA REDAÇÃO

19 de Novembro de 2010 às 12:00

CONTROVÉRSIA - Jornal afirma que Mirian Saldaña fugiu do local de acidente após atropelar motociclista

FOTO: (Divulgação)

Um acidente de trânsito no final da tarde desta quinta-feira (18) está envolto em controvérsias que apontam um suposto ardil para uma pessoa não assumir a responsabilidade pelo delito.
De acordo com o jornal ROTOTAL (Leia aqui) na colisão entre uma camionete da Prefeitura de Porto Velho  e uma motocicleta, o condutor do veiculo público não teria assumido o fato, colocando outra pessoa para se apresentar como motorista na hora do acidente.
A suspeita indicada pelo jornal ROTOTAL de fugir do local do acidente e que seria a verdadeira motorista da Hilux SW4, placa NCT – 2901 é a chefe de gabinete da prefeitura, Mirian Saldanã. O acidente foi na esquina da avenida Governador Jorge Teixeira com avenida Carlos Gomes e vitimou um rapaz de prenome Cristiano
De acordo com testemunhas ouvidas pelo ROTOTAL que estavam passando no momento do acidente, a chefe de gabinete da Prefeitura de Porto Velho Mirian, Saldanha, deixou a direção e passou a responsabilidade para Marcos Antônio de Oliveira, que assumiu tudo.
Um eletricista conhecido como Ademilson da Silva, disse para a reportagem do ROTOTAL que estava parado esperando o sinal fechar para atravessar a rua, quando a Toyota invadiu a preferencial acertando o motociclista, segundo Ademilson, a mulher (Mirian Saldanha) saiu em seguida do local da tragédia deixando Cristiano caído no chão. A vítima foi levada em estado grave para o hospital João Paulo II. Rapidamente, a casa militar da prefeitura foi acionada, com a presença de um coronel e vários PMs, mesmo sendo uma área de jurisdição da Polícia Rodoviária Federal.
O Rondoniaovivo foi até o local do fato e ouviu duas pessoas, uma funcionária de uma pastelaria e uma funcionária de um posto de gasolina. Ambas afirmaram que Mirian Saldanã estava de passageira e não conduzindo o veículo oficial. Porém testemunhas garantem que a chefe de gabinete de Roberto Sobrinho tratou de deixar rapidamente o local, não se preocupando com o estado de saúde da vítima. Seu medo seria ser fotografada no sinistro, ao lado de um cidadão envolto numa poça de sangue.
Uma coincidência detectada foi o envolvimento de uma autoridade pública municipal envolta num acidente justamente no dia em que um bancário assumiu a Semtran – Secretaria Municipal de Trânsito. Isso mesmo leitor, um sindicalista da SEEB - Sindicato dos Bancários vai gerenciar o caótico trânsito da capital.
Fica a controvérsia. Quem estava realmente dirigindo. Mirian Saldanã como aponta o ROTOTAL ou Marcos Oliveira, que se apresentou a PRF?
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS