close
logorovivo2

Caminhoneiro é detido em flagrante pela PRF com comprimidos de “arrebite”

Caminhoneiro é detido em flagrante pela PRF com comprimidos de “arrebite”

DA REDAÇÃO

22 de Janeiro de 2010 às 09:53

Caminhoneiro é detido em flagrante pela PRF com comprimidos de “arrebite”

FOTO: (Divulgação)

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu em Ji Paraná (RO) na madrugada desta quinta-feira (21.01), 17 comprimidos da substância inibidora de apetite, conhecida vulgarmente como “arrebite” pelos caminheiros. Os comprimidos são uma anfetamina barata que os motoristas tomam para não dormir durante a execução do trabalho para não perder prazos de entregas.


O flagrante ocorreu durante a fiscalização realizada no Km 352, da BR 364, pela equipe de Operações Especiais da PRF. O veículo SCANIA R 380, placas DPF 9323/SP, conduzida por Leandro Duarte Alves (27) aproximou-se da área de fiscalização em velocidade incompatível o que chamou a atenção dos policiais. O motorista aparentava estar adormecido, porém dirigindo. Ao ser questionado, o mesmo confessou estar transportando “carga de horário” de Curitiba para Porto Velho e para atender as exigências dos clientes tinha que se dopar para dirigir o máximo de tempo possível sem dormir.
 
Em análise ao tacógrafo, equipamento que registra a velocidade, tempo e distância percorrida pelo caminhão, foi constatado que o mesmo estava dirigindo a sessenta horas, com menos de dez horas de descanso.


Segundo o Inspetor Moreira, responsável pela abordagem, ao motorista foi aplicada a infração prevista no artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – Dirigir sob influência de álcool ou de qualquer outra /*substância psicoativa*/ que determine dependência, multa de R$ 957,69 e ainda ter sua habilitação suspensa por um prazo de até um ano,


A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil em Ji Paraná/RO.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS