close
logorovivo2

Roraima - TOLERÂNCIA ZERO - 14 são presos por dirigir embriagados

Roraima - TOLERÂNCIA ZERO - 14 são presos por dirigir embriagados

DA REDAÇÃO

30 de Junho de 2008 às 08:20

Roraima - TOLERÂNCIA ZERO - 14 são presos por dirigir embriagados

FOTO: (Divulgação)

Dez dias após a sanção da Lei de Alcoolemia, as polícias Militar e Rodoviária Federal prenderam em uma única noite, de sábado para domingo, 14 pessoas que dirigiam após ingerir bebida alcoólica. Os motoristas foram flagranteados, pagaram a fiança e foram liberados. No 1º Distrito Policial, seis pessoas foram autuadas e tiveram que pagar a fiança. O delegado Juseilton Costa, plantonista do DP, arbitrou fianças de diversos valores, de acordo com a situação em que as pessoas foram detidas pela Polícia Militar. Todos os presos foram submetidos ao teste do bafômetro, que confirmou o alto índice de álcool, e em seguida encaminhados para os distritos policiais por embriaguez ao volante, onde foram autuados por infringir o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro, que proíbe que motoristas dirijam sob a “influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência”. Quatro pessoas tiveram que pagar uma fiança no valor de R$ 1 mil. Outro foi autuado em R$ 840,00 e a sexta pagou o valor de R$ 1.500,00. No último caso, o motorista ainda fugiu da abordagem policial, mas foi localizado e preso antes de entrar na casa de um parente. A maioria dos presos retornava de uma festa do Parque Anauá. No 4º Distrito Policial, três pessoas foram autuadas em flagrante, após fazerem o teste do bafômetro e dar positivo. Após o pagamento das fianças, os condutores foram liberados. O delegado Alexander Lopes, que estava de plantão no domingo, comentou que o número de ocorrências envolvendo embriaguez ao volante aumentou e atualmente representam 50% dos procedimentos realizados na delegacia. As pessoas que foram flagradas ao volante, submetidas ao teste do bafômetro com resultado positivo, tiveram que passar por todo o procedimento na delegacia e, após pagar a fiança, foram liberadas para casa, com um detalhe: tiveram a carteira de habilitação apreendida e não vão poder dirigir por um ano. RODOVIAS - Nas estradas, a Polícia Rodoviária Federal deteve quatro pessoas durante a Operação Grau Zero. Ao todo foram abordados 22 condutores, sendo que às 22h40 foi detectado o primeiro caso de teor alcoólico. Os motoristas que tiveram resultado positivo no teste foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil, onde foram adotadas as providências. Segundo a nova Lei nº 11.705, do dia 20 deste mês, que altera o Código de Trânsito Brasileiro, o consumo de qualquer quantidade de bebidas alcoólicas por condutores de veículos está proibido. Antes, era permitida a ingestão de até 6 decigramas de álcool por litro de sangue (o equivalente a dois copos de cerveja). A partir de agora, quem for pego pelo bafômetro com uma margem acima de 0,3 mg, além de pagar uma multa de R$ 957,20, corre o risco de perder a habilitação e, dependendo do caso, responder por crime, com pena que varia de 6 meses a 3 anos. O motorista só poderá responder em liberdade após pagar uma fiança de R$ 300 a R$ 1.200.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS