close
logorovivo2

População de Nova Mamoré terá segurança 24h, afirma secretário de segurança

População de Nova Mamoré terá segurança 24h, afirma secretário de segurança

DA REDAÇÃO

14 de Junho de 2008 às 08:19

População de Nova Mamoré terá segurança 24h, afirma secretário de segurança

FOTO: (Divulgação)

O secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), tenente-coronel Evilásio Sena, firmou compromissos de oferecer segurança diuturnamente para a população de Nova Mamoré, durante negociação da liberação da BR-425, ocorrida dia 12, naquele município. A população de Nova Mamoré protestava pacificamente devido à revolta causada pela morte do madeireiro Reinaldo Ferreira Quadra, 50 anos. Após negociação com as autoridades da Segurança Pública, a comunidade deu seu voto de credibilidade ao Governo de Rondônia e liberou o acesso para Guajará-Mirim. Mesmo assim, prometeram fechar novamente a BR-425 se os compromissos firmados não forem efetivados. A população do município agora terá o efetivo reforçado de imediato e mais uma viatura será disponibilizada para dar suporte às operações policiais. De acordo com o secretário, agora serão 40 policiais, o que representa o dobro do efetivo. Além disso, Nova Mamoré contará também com uma Companhia da Polícia Militar, antes o município contava com um Pelotão. Para garantir segurança, o Governo de Rondônia, deslocou o Grupo de Investigação e Captura (GIC), o serviço de inteligência da Polícia Militar e a Companhia de Operações Especiais (COE) para realizar operações policiais constantes, com abordagens rotineiras. Segundo Sena, a polícia será ofensiva para garantir segurança nas 24 horas do dia. O secretário ainda prometeu retornar após 30 dias ao município para realizar uma Audiência Pública, com o objetivo de discutir as ações de segurança e avaliar os resultados das operações que serão realizadas de agora em diante. A colaboração da população também foi um pedido do secretário. Para Sena, é fundamental que a população denuncie qualquer atitude suspeita e a presença de pessoas estranhas na comunidade, para que a polícia possa melhor atuar. "Vamos dar uma resposta à altura para que a população de Nova Mamoré possa viver com dignidade, a onda de violência no município vai acabar", prometeu enfaticamente. Sobre a situação dos marginais que cometem delitos e depois fogem para a Bolívia, o secretário disse que será criado o Grupo Especial de Fronteira, sendo uma Unidade Especial de Fronteira instalada no município, desta forma, a polícia terá total controle das fronteiras. O coordenador da Sesdec, Cezzar Pizzano, foi categórico ao garantir que a palavra de ordem agora é: "polícia na rua e bandido na cadeia". Pizzano, que já trabalhou no município afirmou que a população de Nova Mamoré é composta por pessoas do bem e pediu o apoio da comunidade para que juntos, polícia e comunidade, possam acabar de uma vez por todas com a violência que assola a região.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS