close
logorovivo2

Roraima - Preso de Roraima que cumpria pena no Pará é recapturado em Boa Vista

Roraima - Preso de Roraima que cumpria pena no Pará é recapturado em Boa Vista

DA REDAÇÃO

5 de Abril de 2008 às 08:19

Roraima - Preso de Roraima que cumpria pena no Pará é recapturado em Boa Vista

FOTO: (Divulgação)

O presidiário Beurismar Veloso dos Santos, 26, o Magrelinho, que é condenado pela Justiça de Roraima por latrocínio, ocorrido no dia 13 de dezembro de 1999 em uma distribuidora no bairro Santa Teresa, foi preso na manhã de ontem por policiais militares, escondido na casa de familiares, no bairro Silvio Botelho. Magrelinho estava recolhido na Colônia Agrícola Heleno Fragoso, no Pará, e teria recebido indulto natalino no mês de dezembro, mas não retornou e foi considerado fugitivo. Há uma semana a equipe de agentes da Dicap (Divisão de Capturas), da Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima, descobriu que Magrelinho estava de volta a Boa Vista e passou a investigar seu paradeiro. Depois de confirmar que estava no local os agentes solicitaram apoio de uma guarnição da Força Tática que efetuou a prisão. Ele contou que desde julho de 2003 esteve em outros quatro presídios, até que em novembro do ano passado passou para o regime semi-aberto e foi levado para a Colônia Heleno Fragoso. No dia 23 de dezembro recebeu o indulto natalino para passar a festa natalina e de ano novo com sua família e foi então que voltou para Roraima. HISTÓRICO – Ele foi condenado a 26 anos de prisão em regime fechado no ano de 2000 pelo crime de latrocínio, considerado hediondo, e desde então passou a se destacar na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo e Cadeia Público no bairro São Vicente. Foi considerado líder de várias rebeliões e fugas que à época existiram nos presídios. Até que em junho de 2003, ele novamente participou de uma rebelião na Cadeia Pública e fizeram agentes carcerários de reféns e executaram um preso. Na ocasião obrigaram um agente a beber água misturada com o sangue do morto e, devido a esse fato, a Justiça decidiu pela transferência de Magrelinho para outro Estado. Foi feita uma permuta com o Estado do Pará, que em troca de um preso de lá, o assaltante de banco Robério Pires, recebeu Magrelinho em seu sistema Penitenciário. Robério Pires acabou fugindo da prisão de Roraima e possivelmente voltou para seu Estado de origem, mas ainda não foi recapturado
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS